Resenha – A soma de todos os beijos / Julia Quinn

Resenha – A soma de todos os beijos / Julia Quinn

Resenha

A soma de todos os beijos

Julia Quinn

272 páginas | Editora Arqueiro


Um brilhante matemático pode controlar tudo…

A não ser que um dia exagere na bebida a ponto de desafiar o amigo para um duelo. Desde que quebrou essa regra de ouro, Hugh Prentice vive com as consequências daquela noite: uma perna aleijada e os olhares de reprovação de toda a sociedade. Não que ele se importe com o que pensam dele. Ou pelo menos com o que a maioria pensa, porque a bela Sarah Pleinsworth está começando a incomodá-lo.

Lady Sarah nunca foi descrita como uma pessoa contida…

Na verdade, a palavra que mais usam em relação a ela é “dramática” – seguida de perto por “teimosa”. Mas Sarah faz tudo guiada pelo bom coração. Até mesmo deixar bem claro para Hugh Prentice que ele quase destruiu sua família naquele bendito duelo e que ela jamais poderá perdoá-lo.

Mas, ao serem forçados a passar uma semana na companhia um do outro, eles percebem que nem sempre convém confiar em primeiras impressões. E, quando um beijo leva a outro, e mais outro, e ainda outro, o matemático pode perder a conta e a donzela pode, pela primeira vez, ficar sem palavras.’


Olá leitores, continuando essa série maravilhosa da Júlia Quinn, hoje trago o 3º livro: A SOMA DE TODOS OS BEIJOS. ⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀
Neste livros conhecemos a Lady Sarah, uma das primas do quarteto, e que muito espertamente conseguiu escapar do concerto das Smythe-Smithe neste ano. ⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀
Apesar disso, ela acaba sendo obrigada por sua prima Honória a acompanhar um indesejado amigo de sua família, – Hugh Prentice – já que graças a ele, Daniel seu primo foi obrigado a viver fora de Londres. ⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀
Sarah acaba deixando bem claro para o Sr. Hugh que não faz questão nenhuma de sua presença, já que para ela, ele é um homem detestável. E o pior de tudo é que Hugh também se acha detestável, já que além de destruir a vida de seu amigo, acabou levando um tiro na perna e ficando aleijado. ⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀
Apesar de se odiarem, um dia, não conseguem resistir a atração, e acabam se rendendo a um beijo, que leva a outro, e depois a muitos outros, e aí fica claro que ódio e amor andam lado a lado.
⠀⠀⠀⠀
Quem me conhece sabe que eu adoro um bom romance de época, e este foi até agora meu favorito da série.
Eu adoro esses romances onde os protagonistas não se gostam, já que geram muitas risadas e excesso de sarcasmo – o que eu adoro – e que apesar de os personagens não quererem se amar, acabando se amando forte e intensamente. ⠀⠀⠀⠀

⠀⠀⠀⠀
O beijo dele foi voraz e, pela primeira vez na vida, ela conheceu a paixão. Não, era mais do que paixão, era necessidade.” ⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀

É uma leitura contagiante, daquelas que aquecem o coração e que fazem você querer ler mais e mais, e que ao mesmo tempo que quer chegar ao final, não quer chegar, pois, sabe a saudade que os personagens vão deixar no seu coração. ⠀⠀⠀⠀

Apaixonei demais por esse livro e super recomendo ele.

Espero que tenham gostado, e até a próxima resenha.