Resenha – Amor para um Escocês / Sarah Maclean

Resenha – Amor para um Escocês / Sarah Maclean

meuromeo.com (2)Resenha

Amor para um Escocês

Sarah Maclean

288 páginas || Editora Gutenberg


Sinopse:“Se você quer romance, chame um escocês. ”
Lillian Hargrove viveu sozinha por anos, reclusa, ansiando por amor e companhia. Desiludida de que todos os seus sonhos pudessem um dia se tornar realidade, a mais bela jovem da Inglaterra se envolve com um artista libertino e mentiroso, que promete amá-la para sempre e implora para que ela pose como sua musa para um escandaloso retrato.
Encantada pelo carinho e pela admiração que recebe dele, Lily aceita a proposta e se entrega de corpo e alma ao homem mais falso de Londres, mas fica exposta para toda a Sociedade, tornando-se motivo de piada e vergonha.
A jovem, entretanto, não esperava que um bruto escocês, recentemente intitulado Duque de Warnick e nomeado seu guardião, atravessasse a fronteira da Inglaterra para impedir que a ruína a alcançasse.
Warnick chega em Londres com um único objetivo: casar sua protegida – que é bonita demais –, transferindo o problema para outra pessoa, e, em seguida, voltar à sua vida tranquila na Escócia, longe daquele lugar odioso que é Londres.
O plano parece perfeito, até Lily declarar que só se casaria por amor, e o duque escocês perceber que, aparentemente, há algo naquele país que ele realmente gosta…


Olá leitores, hoje trago a resenha do livro AMOR PARA UM ESCOCÊS, que é o segundo livro da série Escândalos e Canalhas e foi publicado pela Editora Gutenberg.
⠀⠀⠀⠀
Lilian Hargrove acaba de se envolver em um escândalo.
Sempre solitária, já que seu pai morreu quando ainda era jovem, ela acaba virando pupila de vários Duques, até que uma sequência de tragédias acaba unindo a sua vida ao mais novo herdeiro do Ducado: o Duque de Warnick.
⠀⠀⠀⠀
Alec Stuart, que recentemente recebeu o título de Duque de Warnick e que é mais conhecido como “Bruto Escocês”, só quer uma coisa: casar sua pupila o mais rápido possível, para assim livra-lá do escândalo e poder voltar tranquilo para a Escócia e se manter bem distante da aristocracia Londrina a qual ele tanto abomina.
⠀⠀⠀⠀
Mas como lidar com um mulher teimosa, e que não aceita sua oferta de ajuda? ⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀
E como Lily pode aceitar casar com um homem que não ama, e viver uma vida sem amor e sem alegria? ⠀⠀⠀⠀
Ela só quer fugir de tudo. Ele só quer voltar a ter sua vida sozinho. Mas o destino parecer ter outros planos. ⠀⠀⠀⠀

“Teve a sensação de que isso era tudo que fazia ultimamente: desculpar-se com Lilian Hargrove. Por ser uma droga de um bruto.”

🌷 Eu já disse hoje que eu amo tudo que envolve a cultura escocesa? Pois bem, se não falei eu digo agora: eu amo!! Amo desde que comecei a pesquisar mais sobre a Europa, e comecei a ver um pouco sobre a história deles, e a cultura que é tão diferente, e mesmo com tantos anos ainda permanece sendo tão presente e como eu simplesmente adoro história, então quando eu vi o título eu só pensei: eu preciso ter esse livro.
⠀⠀⠀⠀
E quando eu vi que a história seria sobre um Duque escocês eu não via a hora de começar a ler e me apaixonar ainda mais, já que agora eu veria um Duque, e eu adoro Duques *-*.

“- Se quer romance, peça-o a um escocês.”⠀⠀⠀⠀

E é claro que me apaixonei. Desesperadamente. Me vi envolvida com a história e torcendo tanto pela Lily e pelo Alec que a cada página virada eu só queria saber como tudo iria terminar.

Eu torci demais pelo casal, e torcia tanto pro Alec deixar de ser teimoso e se render ao amor e ainda mais quando o amor estava ali na frente dele, e eu confesso que no primeiro livro Cilada para um Marquês (resenha linda aqui nesse link), quando ele apareceu, eu cheguei a achar que ele seria um libertino dos mais libertinos possíveis, e não é que eu me enganei? Porque ele se mostrou sendo o bruto dos meus sonhos.

“- Minha reputação está arruinada porque eu sou uma mulher, e nós, mulheres, não nos pertencemos. Nós pertencemos ao mundo. Nosso corpo, nossa mente.”

E foi impossível não torcer por um final feliz. E eu fiquei em pânico pensando em como a Sarah iria transcorrer o final e em como ela iria “abafar” de certa forma o escândalo, e só posso dizer que terminou de uma forma linda. Terminou mostrando que o amor é maior que qualquer coisa, e que quando amamos não temos vergonha da pessoa à qual nos apaixonamos.
⠀⠀⠀⠀
É uma história de amor, aceitação, doçura, e que mostra que nem sempre a beleza exterior é o mais importante, e que os “brutos” também sabem amar.

“Mulheres inglesas deveriam ser dóceis e submissas. Mas, aparentemente, ninguém havia contado isso para Lillian Hargrove.”

Espero que tenham gostado e até o próximo livro.

PS: o próximo livro é destruir do corações ♥.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s