Resenha: A Escrava Isaura / Bernardo Guimarães

Resenha: A Escrava Isaura / Bernardo Guimarães

Resenha

A Escrava Isaura

Bernardo Guimarães

176 páginas  || Editora Autêntica


Sinopse: Escrava de pele branca, a linda e doce Isaura foi criada e educada como filha na família a que pertencia. Durante muito tempo, foi a protegida da matriarca, que prometeu que, após sua morte, a moça seria liberta. Entretanto, esse desejo não foi atendido pelo filho e herdeiro da família, e Isaura se tornou propriedade de Leôncio, um jovem sem caráter que, mesmo casado, se interessava obsessivamente por ela. 
Para afastá-la do assédio de Leôncio e de outros homens da fazenda, o pai da moça, Miguel, um homem livre, tenta comprar a filha, mas não consegue. Decide então fugir com a moça para o nordeste do país. Os dois se instalam em Recife e adotam novos nomes. Lá, Isaura conhece Álvaro, rapaz rico, estudante, por quem se apaixona e é correspondida. Ele fica sabendo que ela é uma escrava fugida, mas não deixa de amá-la. 
Tendo sido descoberta e recapturada, Isaura volta para a fazenda de Leôncio, que a submete a castigos e humilhações porque não cede a suas investidas. Enquanto isso, Álvaro, que não desiste de sua amada, vai fazer de tudo para ficarem juntos.

Publicado pela primeira vez em 1875, esse romance é considerado um marco na literatura abolicionista brasileira.


Olá leitores. Hoje trago a resenha do livro A ESCRAVA ISAURA, que eu recebi em parceria com a Editora Autêntica.

Isaura é uma jovem maravilhosa que possui uma beleza estonteante. Sempre foi difícil para os homens serem imunes à essa mulher linda e de corpo super esbelto.

Numa época onde a escravidão perdurava ela cresceu, apesar da escrava sendo a protegida da senhora da casa, Malvina, que a adorava e lhe tratava como se fosse um membro da família.

Porém, Isaura sempre soube seu lugar que era junto dos escravos, e tinha a promessa de que quando ficasse mais velha, seria liberta desta vida, até que tudo resolveu mudar.

Malvina acabou falecendo e o novo senhor da casa, Leôncio, apesar de casado, nutria um amor doentio por Isaura e se recusava a liberta-la, pelo contrário, seu objetivo era que ela fosse sua, de corpo e alma.

Cansada disso tudo, Isaura foge com seu pai, e seu caminho cruza com o encantador Álvaro, que fará de tudo por sua amada, mesmo sabendo de seu passado de escravidão.

Porém Leôncio, não aceitará essa fuga com facilidade e fará de tudo para trazer Isaura de volta e quer transformar sua vida num inferno.

Será que Isaura conseguirá ser feliz com seu amado Alvaro? E até onde é capaz de ir um desejo doentio por outra pessoa?

🌷 Quem ama clássicos também vai simplesmente amar este, pois apesar de ser muito comentado e já ter várias versões, essa versão por ser a original é simplesmente incrível.

O fato de ter mantido a mesma forma de falar e as palavras da época me encantaram demais. E apesar de ser uma história relativamente triste, já que Isaura era uma escrava e sofreu demais, percebemos o quanto o amor pode ser doentio.

Eu odiei o Leôncio por tantas incontáveis vezes, que não consegui contar com os dedos. Tive raiva, revolta e nojo por ele ser tão terrível.

E o Alvaro trás o frescor sabe, e você percebe que mesmo sendo de uma classe diferente e sabendo das condições da Isaura o amor dele era algo puro.

Uma história que nos faz pensar de várias formas, e que nos fazer ter conhecimento de um pouco mais sobre a história do nosso país. Para apaixonados por história e clássicos como eu, é uma leitura obrigatória.

Quem me dera pudesse ter conhecido este livro antes.

Amei e super indico ele pra todos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s