Resenha: Desencontros à beira-mar / Jill Marsell

Resenha: Desencontros à beira-mar / Jill Marsell

Resenha 🌷

#resenhameuromeo

336 páginas || @jillmansell || @editoraarqueiro


Sinopse: Clemency se apaixona por um belo desconhecido que senta ao seu lado durante um voo e logo começa a fazer planos para um futuro a dois, mas acaba se decepcionando ao descobrir que ele é casado.

Sam, o homem encantador do avião, aparece três anos depois na cidade litorânea onde Clemency mora, só que não veio à sua procura: desta vez ele está envolvido com a irmã postiça dela.

Belle parece ter um namoro perfeito com Sam, mas na verdade algo não vai bem na relação deles.

Ronan, melhor amigo de Clemency, aceita embarcar em um plano maluco e fingir um relacionamento amoroso com ela só para provocar ciúmes. Pela primeira vez, o jovem sedutor não sabe o que fazer para conquistar a mulher que realmente ama.

E assim os desentendimentos e a confusão começam.

Enquanto o sol esquenta a areia e o mar turquesa cintila, uma verdade fica clara: segredos enterrados sempre acabam vindo à tona.


Olá leitores, hoje trago a resenha do livro DESENCONTROS À BEIRA-MAR que eu recebi em parceria com a Editora Arqueiro.

Clemendy sabe que a regra número 1 de um bom viajante é não se atrasar para chegar ao aeroporto, e ela faz isso sempre, só que na última vez que ela pegou um voo, ela acabou se enrolando e chegando atrasada no embarque.

O que ela não esperava, é que ao lado dela sentaria um charmoso homem que faria o seu coração bater mais forte, só que no final da viagem ela descobre que apesar dos flertes durante o voo ele é casado.

Três anos depois desse fatídico incidente, ela jamais imaginou que iria reencontrar o misterioso Sam, e que ele voltaria nada mais nada menos do que o novo namorado de sua irmã, Belle.

Desesperada para conseguir superar essa paixonite que permaneceu mesmo após tantos anos, ela acaba entrando em várias confusões e mal entendidos.

⠀⠀⠀⠀

🌷Esse foi meu segundo contato com a autora, Jill Marsell e ela definitivamente é a autora que eu mais gosto na nova coleção dos romances de hoje.

Pra mim, ela tem a escrita mais fluída, e como a trama já começa de uma forma mais rápida, ela acaba criando a curiosidade em você, em como os eventos vão se desenrolar.

Não deixa em nenhum momento de ser clichê, mas acho um clichê gostoso de ser lido e que é daquele tipo que você senta no sofá e lê de uma vez só.

A Clemendy é uma fofa e uma personagem que faz você querer ser amiga dela. É aquele tipo de pessoa que não tem maldade e que todos querem ter do lado.

O Sam é fofo e torci tanto para que tudo se solucionasse apesar de todos os desencontros que ocorreram na história.

Apesar de achar o final um pouco corrido, assim como achei no primeiro, isso não mudou a minha percepção da história, já que até o epílogo foi fofo e conduziu bem o fim.

Tenho vontade de conhecer algum outro livro dela, porque foi uma leitura bem gostosa e bem mais rápida do que eu esperava.

Terminei achando muito amorzinho e recomendando ele pra quem gosta de um clichê leve, fluido e apaixonante.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s