Lançamento: Torre do Alvorecer / Sarah J. Maas

Lançamento: Torre do Alvorecer / Sarah J. Maas

Capa Torre Alvorecer - Tromo I  v2 MF.indd

Lançamento

Torre do Alvorecer (Um romance de Trono de Vidro)

Sarah J. Maas

644 páginas || Editora Galera Record


No novo volume da série best-seller do The New York Times acompanhamos Chaol em uma tortuosa viagem a um império distante

Chaol Westfall sempre se definiu por sua lealdade inquebrável, sua força e sua posição como capitão da Guarda. Mas tudo mudou desde que o Castelo de Vidro se quebrou, seus homens foram abatidos e o rei de Adarlan o poupou de um golpe de morte, mas deixou seu corpo quebrado. 
Sua única chance de recuperação reside nos lendários curandeiros da Torre Cesme em Antica – a fortaleza do poderoso império do continente do sul. E é para lá que ruma Chaol, acompanhado de Nesryn, única mulher na Guarda Real e sua nova capitã, depois de Chaol ter sido nomeado Mão do Rei.
Mas com a guerra se aproximando de Dorian e com Aelin lutando por seu trono de direito, Chaol pode ser uma peça-chave para a sobrevivência dos dois jovens monarcas, convencendo outros governantes a se aliarem a eles. 
O que Chaol e Nesryn descobrem na Antica, no entanto, vai mudar os dois – e ser mais vital para salvar Erilea do que eles poderiam ter imaginado.


Resenha: O Jogo / Elle Kennedy

Resenha: O Jogo / Elle Kennedy

Resenha

O jogo

Elle Kennedy

#resenhasmeuromeo

344 páginas || Editora Paralela


Sinopse: Talentoso, inteligente e festeiro, Dean Di Laurentis sempre consegue o que quer. Sexo, notas altas, sexo, reconhecimento, sexo… É sem dúvida um galanteador de primeira, e ainda está para encontrar uma mulher imune ao seu charme descontraído e seu jeito alegre de encarar a vida. Isto é, até ele se envolver com Allie Hayes. Em uma única noite, essa jovem atriz cheia de personalidade virou o mundo de Dean de cabeça para baixo. E agora ela quer que eles sejam apenas amigos? Dean adora um desafio, e não vai medir esforços para convencer essa mulher tão linda quanto teimosa de que uma vez não é suficiente. Mas o que começa como um simples jogo de sedução logo se torna a experiência mais incrível e surpreendente de sua vida. Afinal, quem disse que sexo, amizade e amor não podem andar de mãos dadas?


Olá, hoje trago a resenha do livro O JOGO que é o terceiro livro da série Amores Improváveis e que eu ganhei de um amigo que eu adoro.

Dean Di Laurentis é um garanhão assumido. Ele é lindo, inteligente e muito festeiro. Tem sempre um sorriso no rosto que faz todas as mulheres caírem aos seus pés.

Sua vida era regada de festas, mulheres e muito hóquei, até que um dia a melhor amiga da namorada de um dos seus melhores amigos aparece na sua casa avisando que terá que passar o final de semana lá.

Allie é decidida e inteligente, e terminou com seu agora ex-namorado recentemente e para fugir da insistência dele em vê-la ela não vê outra saída a não ser ir dormir em outro lugar. E quando chega na casa do namorado de sua melhor amiga jamais imaginou que sua vida mudaria justamente pelo maior festeiro da Universidade Briar.

Ela virou a vida dele de cabeça pra baixo e agora não quer nada com ele. Ele não é de querer “segunda rodada” mas não consegue tirar ela da cabeça. Como fazê-la mudar de ideia e embarcar num relacionamento casual? E como Allie vai proteger seu coração quando se vê diante da vida de Dean Di Laurentis?

O jogo está apenas começando. Você está preparado?

 

⠀⠀Squish. É o barulho do meu coração explodindo. Porque está tão cheio de amor que não consegue mais se conter.

 

🌷Toda vez que eu lembro que eu demorei tanto pra concluir essa série eu quero bater em mim mesma. ⠀⠀

Sério! Eu não sei porque adiei tanto pra ler algo que eu sabia que iria amar. Talvez medo de me decepcionar? Enfim, graças aos deuses esse livro me surpreendeu demais.

Apesar do clássico clichê mocinho galinha e mocinha certinha é impossível não se render à escrita da Elle. Ela tem um jeito único de contar uma história adolescente e te fisgar querendo saber o que vai acontecer.

As reviravoltas são sempre gratas surpresas e sempre pontuadas de forma fácil e encantadora. ⠀⠀

Eu tentei não chorar no final, eu juro! Mas não consegui é claro.

Uma história fofa, de amadurecimento dos personagens e que demonstra que o amor não tem hora pra acontecer e que tudo pode nos surpreender.

Leiam essa série toda porque vale a pena e tenho a certeza de que é uma das minhas favoritas.

Sinopse: Grandes Contos / H.P. Lovegraft

Sinopse: Grandes Contos / H.P. Lovegraft

Sinopse

Grandes Contos

H.P. Lovegraft

1176 páginas ||  Editora Martin Claret


Sinopse: “Grandes contos” reúne várias histórias fantásticas do homem que reinventou o terror: o norte-americano H. P. Lovecraft. O volume contém, entre outros, “A fera na caverna”, ‘Dagon, “A maldição que atingiu Sarnath”, “Hipnos”, “O chamado de Cthulhu”, “O caso de Charles Dexter Ward”, “A história do Necronomicon”, além do ensaio “O horror sobrenatural em literatura”, também escrito pelo autor. Segunda edição com nova capa fluorescente.


Resenha: O Duque e eu / Júlia Quinn

Resenha: O Duque e eu / Júlia Quinn

Resenha

O Duque e eu

#resenhasmeuromeo

288 páginas || Editora Arqueiro


Sinopse: “Julia Quinn é nossa Jane Austen contemporânea.” – Jill Barnett “Inteligente e divertido.” – revista Time Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo. Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta. Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida. Primeiro dos oito livros da série Os Bridgertons, O duque e eu é uma bela história sobre o poder do amor, contada com o senso de humor afiado e a sensibilidade que são marcas registradas de Julia Quinn, autora com 8 milhões de exemplares vendidos.


Olá leitores, hoje trago a resenha do livro O DUQUE E EU, no qual eu já postei a resenha aqui a um tempo, mas resolvi repostar ela.

Simon Basset mais conhecido como Duque de Hastings é um jovem lindo, rico e solteiro. E numa época onde casar era algo importantíssimo esse Duque fugia de casamentos loucamente.

E aí entra em cena a linda e doce Daphne Bridgerton, irmã do melhor amigo de Simon, e que ao contrário dele está desesperada por um marido, mas infelizmente a sorte não está do seu lado e todos os pretendentes são inadequados.

E então ambos armam um plano que pode beneficia-los: ele fingira que a corteja e logo aumentará o número de pretendentes e em contra partida ele conseguirá se manter distante das mães desesperadas para casarem suas filhas com um bom partido.

Uma solteira procurando um marido e um homem que nunca quer se casar pode dar o que? Muita, mas muita confusão.

 

“- Eu amo você sabe? Eu amo você mas detesto o que está fazendo consigo mesmo. – Ela respirou fundo. – E comigo. Destesto o que você está fazendo comigo.”

 

🌷O Duque e eu foi o primeiro romance de época que eu li, e posso dizer, que simplesmente viciei (o que o diga minha estante e minhas muitas postagens aqui).

Eu não conhecia ainda romances de época e tinha um medo de ler e não gostar, mas dei uma chance a esse romance que conta a história da família Bridgerton me deixou apaixonada!

Não quero dar spoilers, mas sabe aquele romance gostoso? Pois então é ele. Eu achava que por ser de época seria chato e pacato, mas ao contrário ele me prendeu, me encantou e me fez suspirar querendo ter nascido naquela época.

Um romance puro, lindo e de uma leitura tão fluida e gostosa, que fica difícil não se apaixonar.

A propósito é uma série contando a história de cada um dos 8 membros da família Bridgerton, e aproveitando que logo teremos a série resolvi postar a série completa pra vocês.

Enfim, eu amei e super indico, e vocês o que acharam? #euleioarqueiro

Resenha – O Cemitério / Stephen King

Resenha – O Cemitério / Stephen King

WhatsApp Image 2018-09-13 at 12.22.22Resenha

O Cemitério

Stephen King

424 páginas || Editora Suma Das Letras


Sinopse: Louis Creed, um jovem médico de Chicago, acredita que encontrou seu lugar naquela pequena cidade do Maine. A boa casa, o trabalho na universidade, a felicidade da esposa e dos filhos lhe trazem a certeza de que fez a melhor escolha. Num dos primeiros passeios familiares para explorar a região, conhecem um “cemitério” no bosque próximo a sua casa. Ali, gerações e gerações de crianças enterraram seus animais de estimação.

Para além dos pequenos túmulos, onde letras infantis registram seu primeiro contato com a morte, há, no entanto, um outro cemitério. Uma terra maligna que atrai pessoas com promessas sedutoras e onde forças estranhas são capazes de tornar real o que sempre pareceu impossível.


Olá leitores, hoje trago a resenha do livro Cemitério do rei do terror Stephen King.

Mais uma vez o rei me deixa sem palavras e em total estado de estupor durante toda a leitura dessa história. A questão mais trabalhada nessa trama é a morte e suas consequências nas pessoas que a presenciam e que precisam lidar com ela, seja desde animais até mesmo pessoas. Cada um tem sua crença e sua maneira de lidar com a situação, mas na cidade Ludlow nada é tão simples como aparenta ser.

Louis se muda para essa nova cidade com a esposa Rachel e seus filhos Ellie e Gage e logo no primeiro dia faz amizade com Jud seu vizinho, um senhor que teria idade para ser seu pai, e é através dele que a família conhece a trilha e o “cemitério de bichos” que as crianças cuidam com todo carinho.

A vida vai indo bem no trabalho, em casa e na comunidade, mas essa pacificidade começa a abalar quando o gato da família é morto na estrada. Jud leva Louis a outro cemitério, uma extensão do primeiro e conta toda a história do lugar. No outro dia o gato aparece vivo o que deixa-o transtornado e cheio de perguntas.

A cidade carrega uma energia negativa dos antepassados, esse cemitério pode trazer os mortos à vida, porem não devolve o individuo igual ao que era antes, ele volta diferente e nem sempre para o lado bom.

Tudo está em perfeita ordem até acontecer uma fatalidade na família o que nos leva a questionar o que uma pessoa é capaz de fazer para acabar com a dor da morte.

 

Sinopse: O Artista da Faca /Irvine Welsh

Sinopse: O Artista da Faca /Irvine Welsh

download

Sinopse

O Artista da faca

Irvine Welsh

256 páginas || Editora Rocco


O violento Francis Begbie, de Trainspotting, está de volta. Em O artista da faca, Irvine Welsh mostra o que aconteceu ao psicopata escocês, aparentemente recuperado depois de sair da cadeia. Morando na ensolarada Califórnia e levando uma vida feliz ao lado da mulher, sua terapeuta da época da prisão, ele cuida das duas filhas pequenas e faz sucesso como artista plástico, assinando suas obras como Jim Francis. A morte do filho mais velho, entretanto, fará com que ele volte a Edimburgo e se depare com fantasmas de um passado que prefere esquecer.
Pintor e escultor de renome, casado com uma mulher jovem, linda e rica, pai amoroso de duas meninas: a vida de Jim Francis, nome adotado pelo ex-presidiário Francis Begbie, mudou tanto que ele mesmo custa a se reconhecer. Afastado do álcool, das drogas e dos antigos amigos, Jim leva uma vida pacata na Califórnia, nos Estados Unidos, dando vazão à agressividade ao produzir esculturas retratando celebridades mutiladas. Sua loucura parecia sob controle até o dia em que dois homens ameaçam a família que ele construiu. É o primeiro passo para aflorar a violência reprimida.
Ao receber a notícia da morte do filho mais velho, de quem nunca foi próximo, Jim precisa voltar a Edimburgo para o enterro. Após descobrir que o rapaz foi assassinado, ele percebe que sua antiga comunidade espera uma atitude digna de Francis Begbie – vingança, da maneira mais sangrenta possível. Enquanto isso, nos Estados Unidos, Melanie, a mulher de Jim, lida com a possibilidade de o marido não ter contado toda a verdade sobre o destino dos homens que os ameaçaram. Assustada, ela tenta se convencer de que o ex-presidiário não botou tudo a perder.
Ao longo das páginas, Irvine Welsh prende os leitores em uma teia de violência e suspense, com Jim Francis oscilando entre a redenção e as tentações do passado. O que acontecerá se Francis Begbie vier à tona? Jim irá perder o controle arduamente conquistado? Acompanhe as emoções de O artista da faca e descubra qual das duas personalidades sairá vencedora na disputa pela cabeça e pelo coração do protagonista.


Resenha: A Escrava Isaura / Bernardo Guimarães

Resenha: A Escrava Isaura / Bernardo Guimarães

Resenha

A Escrava Isaura

Bernardo Guimarães

176 páginas  || Editora Autêntica


Sinopse: Escrava de pele branca, a linda e doce Isaura foi criada e educada como filha na família a que pertencia. Durante muito tempo, foi a protegida da matriarca, que prometeu que, após sua morte, a moça seria liberta. Entretanto, esse desejo não foi atendido pelo filho e herdeiro da família, e Isaura se tornou propriedade de Leôncio, um jovem sem caráter que, mesmo casado, se interessava obsessivamente por ela. 
Para afastá-la do assédio de Leôncio e de outros homens da fazenda, o pai da moça, Miguel, um homem livre, tenta comprar a filha, mas não consegue. Decide então fugir com a moça para o nordeste do país. Os dois se instalam em Recife e adotam novos nomes. Lá, Isaura conhece Álvaro, rapaz rico, estudante, por quem se apaixona e é correspondida. Ele fica sabendo que ela é uma escrava fugida, mas não deixa de amá-la. 
Tendo sido descoberta e recapturada, Isaura volta para a fazenda de Leôncio, que a submete a castigos e humilhações porque não cede a suas investidas. Enquanto isso, Álvaro, que não desiste de sua amada, vai fazer de tudo para ficarem juntos.

Publicado pela primeira vez em 1875, esse romance é considerado um marco na literatura abolicionista brasileira.


Olá leitores. Hoje trago a resenha do livro A ESCRAVA ISAURA, que eu recebi em parceria com a Editora Autêntica.

Isaura é uma jovem maravilhosa que possui uma beleza estonteante. Sempre foi difícil para os homens serem imunes à essa mulher linda e de corpo super esbelto.

Numa época onde a escravidão perdurava ela cresceu, apesar da escrava sendo a protegida da senhora da casa, Malvina, que a adorava e lhe tratava como se fosse um membro da família.

Porém, Isaura sempre soube seu lugar que era junto dos escravos, e tinha a promessa de que quando ficasse mais velha, seria liberta desta vida, até que tudo resolveu mudar.

Malvina acabou falecendo e o novo senhor da casa, Leôncio, apesar de casado, nutria um amor doentio por Isaura e se recusava a liberta-la, pelo contrário, seu objetivo era que ela fosse sua, de corpo e alma.

Cansada disso tudo, Isaura foge com seu pai, e seu caminho cruza com o encantador Álvaro, que fará de tudo por sua amada, mesmo sabendo de seu passado de escravidão.

Porém Leôncio, não aceitará essa fuga com facilidade e fará de tudo para trazer Isaura de volta e quer transformar sua vida num inferno.

Será que Isaura conseguirá ser feliz com seu amado Alvaro? E até onde é capaz de ir um desejo doentio por outra pessoa?

🌷 Quem ama clássicos também vai simplesmente amar este, pois apesar de ser muito comentado e já ter várias versões, essa versão por ser a original é simplesmente incrível.

O fato de ter mantido a mesma forma de falar e as palavras da época me encantaram demais. E apesar de ser uma história relativamente triste, já que Isaura era uma escrava e sofreu demais, percebemos o quanto o amor pode ser doentio.

Eu odiei o Leôncio por tantas incontáveis vezes, que não consegui contar com os dedos. Tive raiva, revolta e nojo por ele ser tão terrível.

E o Alvaro trás o frescor sabe, e você percebe que mesmo sendo de uma classe diferente e sabendo das condições da Isaura o amor dele era algo puro.

Uma história que nos faz pensar de várias formas, e que nos fazer ter conhecimento de um pouco mais sobre a história do nosso país. Para apaixonados por história e clássicos como eu, é uma leitura obrigatória.

Quem me dera pudesse ter conhecido este livro antes.

Amei e super indico ele pra todos.