Resenha: Do que estamos falando quando falamos de estupro / Sohaila Abdulali

Resenha: Do que estamos falando quando falamos de estupro / Sohaila Abdulali

Resenha 🌷

#resenhameuromeo

253 páginas || Sohaila Abdulali || @editoravestigio


Sinopse: Depois de sobreviver a um estupro coletivo aos 17 anos em Bombaim, Sohaila Abdulali ficou indignada com o silêncio ensurdecedor que se seguiu e escreveu uma coluna inflamada sobre a percepção acerca do estupro – e de suas vítimas – para uma revista feminina. Trinta anos depois, sem aviso, seu artigo voltou à tona e viralizou, na esteira do estupro coletivo ocorrido em Nova Deli, em 2012 (que resultou na morte da vítima), incentivando Abdulali a escrever outro artigo para o New York Times – que circulou amplamente – sobre o processo de cura de um abuso sexual. Agora, a autora apresenta Do que estamos falando quando falamos de estupro: um olhar profundo, generoso e inflexível sobre o estupro e a cultura do estupro.

Partindo de sua própria experiência, bem como de seu trabalho atendendo centenas de vítimas nos Estados Unidos, além de três décadas de trabalho intelectual feminista, Abdulali encara algumas das questões mais espinhosas sobre o tema. Em entrevistas com sobreviventes do mundo todo, ouvimos relatos emocionantes de força encontrada na adversidade, no humor e na sabedoria que contam, em conjunto, uma história maior sobre o significado do estupro e como a cura pode advir.

Abdulali também aponta questões sobre as quais não conversamos: Um estupro é sempre um evento que define uma vida inteira? Um estupro é pior do que outro? Um mundo sem estupros é possível?

Do que estamos falando quando falamos de estupro é um livro para a época de movimentos como #MeToo, #TimesUp e #MeuPrimeiroAssédio, que vai permanecer com seus leitores – tanto homens quanto mulheres – por muito, muito tempo.


Olá leitores, hoje trago a resenha do livro DO QUE ESTAMOS FALANDO QUANDO FALAMOS DE ESTUPRO, que eu recebi em parceria com a editora Vestígio.

Quando tinha apenas 17 anos, durante um passeio com um amigo, Sohaila Abdulali foi abordada e estuprada por quatro homens.

Este acontecimento acabou mudando totalmente sua vida para sempre.

Num mundo onde mulheres sofrem com o assédio e com o estupro todos os dias, Sohaila é uma sobrevivente.

E após uma matéria sobre o seu caso ter voltado a toda, mesmo depois de muitos anos, ela escreve um livro sobre o que estamos falando quando falamos de estupro.

⠀⠀⠀⠀

🌷Quando eu terminei esse livro eu respirei. Respirei de verdade, porque enquanto eu lia parecia que eu não conseguia respirar e acreditar em como as pessoas podem ser cruéis.

E um momento onde este assunto está em alta no Brasil, e que vem sendo discutido há alguns anos por causa do movimento #metoo , eu fico chocada em saber que muitas mulheres ainda sofrem com isso.

E neste livro ela fala sobre como o estupro é cruel para a vítima, para a família, e como uma vítima pode sofrer e que merece ter todo o apoio.

Durante a leitura, eu prendia a respiração e às vezes fechava o livro para refletir.

Este livro te faz refletir sobre tudo. Sobre como alguém pode cometer um ato tão cruel.

Nosso corpo, nossas regras. SIM.

Não é não! E sim é sim!

Ele fala sobre sobreviver. Que cada um que passa por uma situação dessas pensa e age de uma maneira e que só nos restar apoiar.

Não julgue, não mostre indiferença. Seja empático. Se coloque no lugar do outro. Denuncie. Não podemos nos calar.

Um livro que todo mundo deve ler e entender.

Leia, pare, respire, volte e faça o possível e o impossível para mudar isso.

Resenha: turma da Mônica Jovem – Um convite inesperado

Resenha: turma da Mônica Jovem – Um convite inesperado

Resenha 🌷

#resenhameuromeo

252 páginas || @babidewet @apamgoncalves Carol Christo Melina Souza || @editoranemo


Sinopse: As personagens da Turma da Mônica Jovem estão de volta em quatro histórias inéditas. Cada uma das garotas – Mônica, Magali, Denise e Marina – recebe um convite especial que se transforma em uma aventura inesperada. Mônica visita a maior feira de games e cultura pop do país e acaba entrando em uma competição de seu jogo favorito. Magali vai a uma cartomante e descobre algo que poderá mudar sua vida. Marina faz de tudo para ir ao show mais esperado do ano e se mete em várias confusões. Já Denise é convidada para uma rede social exclusiva e acaba se tornando aquilo que sempre quis ser: uma digital influencer. Prepare-se para acompanhar algumas das personagens mais queridas do país nestes contos sobre o poder da amizade, a efemeridade da fama e a coragem de sermos nós mesmos.


Olá leitores, hoje trago a resenha do livro TURMA DA MÔNICA: UM CONVITE INESPERADO, que eu recebi em parceria com a Editora Nemo.

Quatro convites completamente inesperados acabam chegando para as nossas quatro garotas da turma da Mônica jovem.

Mônica acaba sendo convidada para participar de um dos maiores festivais de Games, e descobre que está famosa por dançar um de seus jogos de dança favoritos.

Magali acaba indo para a casa de sua nova vizinha e depois disso acaba ganhando a oportunidade de se consultar com uma verdadeira cartomante, que fará com que ela pense de uma forma totalmente diferente.

Marina acaba fazendo o possível e impossível para ir ao show de sua banda favorita e jamais esperava que teria a verdadeira oportunidade de viver uma nova aventura.

E Denise, depois de um convite por engano acaba sendo chamada para participar de uma nova rede social, que é exclusiva para as celebridades mais famosas da atualidade.

⠀⠀⠀⠀

🌷Este livro é dividido em quatro contos, sendo que cada um deles é escrito por uma das autoras.

Eu adorei todos eles e mesmo não sendo escrito através de quadrinhos como a maioria está habituado, eu conseguia imaginar cada uma das aventuras vividas por nossas amadas mocinhas.

Cada uma, escrita de uma forma e com aventuras muito divertidas, é impossível você não se conectar com elas e não acabar o livro em pouco tempo, já que todas as narrativas são fluídas e envolventes.

O que eu mais gostei desse livro é que ele me deixou nostálgica e me deu uma saudade enorme da minha infância, já que cresci lendo os gibis com esses personagens crianças e agora ver elas adultas, é como se elas tivessem envelhecido junto comigo.

Adorei demais as histórias e super recomendo para os amantes da turma da Mônica.

Resenha: Caraval / Stephanie Garber

Resenha: Caraval / Stephanie Garber

Resenha 🌷

#resenhameuromeo

352 páginas || @stephanie_garber || @novo_conceito


Sinopse: Tudo o que você já ouviu sobre Caraval, não se aproxima da realidade. É mais do que um jogo ou uma performance. É o mais perto que você chegará da magia neste mundo… Scarlett nunca saiu da pequena ilha onde ela e sua irmã, Donatella, vivem com seu cruel e poderoso pai, o Governador Dragna. Desde criança, Scarlett sonha em conhecer o Mestre Lenda do Caraval, e por isso chegou a escrever cartas a ele, mas nunca obtivera resposta. Agora, já crescida e temerosa do pai, ela está de casamento marcado com um misterioso conde, e certamente não terá mais a chance de encontrar Lenda e sua trupe, mas isso não a impede de escrever uma carta de despedida a ele. Dessa vez o convite para participar do Caraval finalmente chega à Scarlett. No entanto, aceitá-los está fora de cogitação, Scarlett não pretende desobedecer ao pai. Sendo assim, Donattela, com a ajuda de um misterioso marinheiro, sequestra e leva Scarlett para o espetáculo. Mas, assim que chegam, Donattela desaparece, e Scarlett precisa encontrá-la o mais rápido possível. O Caraval é um jogo elaborado, que precisa de toda a astúcia dos participantes. Será que Scarlett saberá jogar? Ela tem apenas cinco dias para encontrar sua irmã e vencer esta jornada. “Os Jogos Vorazes se encontram com O Circo da Noite.” ― Entertainment Weekly “Impressionante, original, maravilhoso.” ― USA Today “Magnífico.” ― Publishers Weekly “Eu me perdi neste mundo.” ―Sabaa Tahir, autora de Uma chama entre as cinzas “Destinado a capturar sua imaginação.” ―Kirkus Reviews “Ideal para fãs de O O Circo da Noite, Jogos Vorazes e Stardust – O mistério das estrelas” ― School Library Journal


Olá leitores, hoje trago a resenha do livro CARAVAL, que recebemos em parceria com a Editora Novo Conceito, e que foi resenhado pela colaboradora Helena.

Scarlett sempre sonhou em conhecer o Mestre Lenda do caraval, e por causa disso sempre que podia escrevia uma carta pedindo para participar dos jogos, porém nunca obteve uma resposta.

Ela cresceu ao lado de sua irmã Donatella, que era sua confidente e sua melhor amiga, e que juntas acabavam enfrentando a fúria de seu pai.

Já adulta, ela acaba sendo obrigada a aceitar a proposta de casamento de um conde e então decide escrever uma última carta ao mestre, como uma despedida.

O que ela não esperava era que ele fosse responder e ela acabasse entrando em um jogo para salvar sua irmã Donatella.

O problema é que o prazo é curto e ela precisa se provar forte e astuta para vencer.

🌷Este livro, como já podem imaginar pelo título e pela introdução é uma distopia, e como tal, somos apresentados a um mundo totalmente diferente.

O mundo em si, é bem mágico e eu adorei a forma como a autora conseguiu construir ele com maestria, o que me fez visualizar ela completamente durante a leitura.

A leitura é bem envolvente e a medida que você vai lendo, você não consegue parar até saber como toda essa saga da Scarlett, atrás de sua irmã Donatella irá terminar.

Além do fato de que todo mundo naquele universo parece permanentemente suspeito e você nunca sabe nem o que esperar do próximo capítulo.

Ele é surpresa o tempo todo, e te engana de uma forma que você jamais imaginou.

Eu recomendo demais para os leitores de fantasia e distopia, porque vão adorar conhecer esse mundo totalmente diferente do que você está acostumado, com personagens marcantes, fortes e bem definidos.

Estou super ansiosa pra ler a continuação. “Mas não se esqueça que é apenas um jogo”.

Resenha: Um acordo e nada mais / Mary Balogh

Resenha: Um acordo e nada mais / Mary Balogh

Resenha 🌷

#resenhameuromeo

291 páginas || Mary Balogh || @editoraarqueiro


Sinopse: Embora Vincent, o visconde Darleigh, tenha ficado cego no campo de batalha, está farto da interferência da mãe e das irmãs em sua vida. Por isso, quando elas o pressionam a se casar e, sem consultá-lo, lhe arranjam uma candidata a noiva, ele se sente vítima de uma emboscada e foge para o campo com a ajuda de seu criado. No entanto, logo se vê vítima de outra armadilha conjugal. Por sorte, é salvo por uma jovem desconhecida. Quando a Srta. Sophia Fry intervém em nome dele e é expulsa de casa pelos tios sem um tostão para viver, Vincent é obrigado a agir. Ele pode estar cego, mas consegue ver uma solução para os dois problemas: casamento. Aos poucos, a amizade e o companheirismo dos dois dão lugar a uma doce sedução, e o que era apenas um acordo frio se transforma em um fogo capaz de consumi-los. No segundo volume da série Clube dos Sobreviventes, você vai descobrir se um casamento nascido do desespero pode levar duas pessoas a encontrarem o amor de sua vida. “Essa história emocionante e envolvente transborda de um senso de humor sutil, diálogos brilhantes e uma sensualidade de tirar o fôlego.” – Library Journal “Esse livro revisita o tema do casamento de conveniência, unindo dois personagens heroicos e conflituosos que se entregam ao poder redentor do amor.” – Kirkus Reviews


Olá leitores, hoje trago a resenha do livro UM ACORDO E NADA MAIS, segundo livro da série Clube dos Sobreviventes, que eu recebi em parceria com a editora Arqueiro.

Vincent, também conhecido como Visconde Darleigh, ficou cego no campo de batalha.

Porém, mesmo com essa deficiência, ele não se deixa abater e acaba ficando cada dia mais cansado de seus familiares quererem tratá-lo como uma criança, e também querendo a todo custo arrumar um esposa adequada pra ele.

Mas tudo o que ele não quer é uma esposa adequeada, pelo contrário, ele só quer viver feliz e sem influência.

E quando ele foge para a sua casa de infância e seu caminho se une a pequena Sophia Fly, ele acaba se vendo obrigado a propor casamento à jovem.

Só que para este casamento dar certo, eles fazem um acordo que até então parece ser vantajoso para ambos.

Só que o que não esperavam era que sentimentos, podiam colocar esse acordo até então vantajoso, a se perder.

🌷Quanto amor em um livro só. Eu sou suspeita quando falo de livros onde o personagem tem alguma deficiência. E quando eu vi quem seria o mocinho deste livro, claro que fiquei super curiosa.

O melhor desse livro é que o mocinho não se faz de coitado e nem maltrata as pessoas por causa da sua deficiência o que achei ótimo, porque normalmente personagens assim nos livros, acabam tendo vários problemas de comportamento.

Ele é doce, romântico, carinhoso e maravilhoso.

A Sophia precisava de um homem que fosse cuidar dela, e que “enxergasse” a sua beleza interior e não a exterior, e que cuidasse dela como merecia.

O casal é puro amor, porque apesar de começar com um acordo, ver o quanto ambos vão se conhecendo aos poucos, é único.

A escrita da Mary continua ótima, você vai criando laços com eles, eu achei o livro puro romance.

Sabe aquele livro que te faz suspirar? Então, é este livro.

É impossível você não terminar ele suspirando e querendo saber mais ainda sobre o futuro deles.

Estou ansiosa pela próxima história, porque é sobre um personagem que até agora apareceu pouco, mas que me deixou muito curiosa.

Resenha: Luz, Câmera e amor / Aline Sant´Ana

Resenha: Luz, Câmera e amor / Aline Sant´Ana

Resenha 🌷

#resenhameuromeo

335 páginas || @linesntn || @editoracharme


Sinopse: Sou Evelyn Heyley, atriz de Hollywood, e você provavelmente já ouviu meu nome em algum lugar. Batalhei anos para consolidar minha carreira e me orgulho muito de todos os projetos que abracei com amor.

Mas, agora… estou prestes a receber a oportunidade da minha vida: um longa-metragem inspirado no romance da autora bestseller Shaaron W. Rockefeller.

E é claro que vão me dar um par romântico incrível. Provavelmente um nome que Hollywood ama, como o Thor, da Marvel, ou até o novo James Bond.

Ao menos, era o que eu esperava.

Assim que a porta da sala de reunião se abriu, revelando o rosto estupidamente bonito daquele ator, com um perfume impactante e uma beleza digna de irritar os deuses, eu soube que meus planos tinham ido por água abaixo.

O que era a minha chance do Oscar acabou se tornando um desastre cinematográfico.

Chuck Ryder. Ou você pode chamá-lo de o meu pior pesadelo.


Olá leitores, hoje trago a resenha do livro LUZ, CÂMERA E AMOR, que eu recebi em parceria com a Editora Charme.

Evelyn tem a oportunidade da sua vida. Ela acabou de ser convidada para estrelar uma adaptação cinematográfica de um best seller.

Ela sabe que é a grande oportunidade de sua vida, e que por ter uma comoção muito grande, as chances de ganhar um Oscar no final do filme são enormes.

Só que o que ela não esperava, era que o seu par romântico no filme pudesse ser mais insuportável.

Chucky é egocêntrico, trata mal a imprensa e é um péssimo ator na visão de Eve.

Quando ela descobre que justamente ele será o mocinho da história, ela não acredita e acaba falando tudo o que pensa a seu respeito.

Mas quando Chucky, propõe que eles contracenem em uma cena e que caso ela não goste de sua atuação, ele deixará o projeto, ela topa na hora.

O que não esperava, era que ele fosse ser espetacular e que acabasse tendo uma química muito forte com ele.

Só que ele é tudo o que ela não quer. E ele sabe que problemas e segredos, fariam que esse amor fosse impossível.

🌷Este livro foi meu primeiro contato com a escrita da Aline, e quando eu comecei e peguei opinião com algumas pessoas que já conheciam a escrita dela e me falaram que amaram, eu fiquei super curiosa é claro.

E aí eu comecei a história e não conseguia parar. Eu comecei a surtar com a autora que é brasileira, até porque precisava falar com alguém enquanto eu lia.

Eu adorei o casal. Adorei a sinceridade da Evelyn, que não tinha medo de falar o que pensava seja com quem for.

Aprendi a amar tanto o Chucky. Amar muito! Eu queria pegar ele no colo e falar que tudo iria dar certo no final. Falat pra ele não desistir do que mais desejava.

Eu fiquei com pena dele em vários momentos, porque vi muitas coisas que ocorreram com ele, que ainda acontecem muito frequentemente.

O casal é fogo, é amor, é paixão, é sofrimento.

Que grata surpresa esse livro foi. Não esperava que fosse gostar tanto. E a medida que eu ia lendo, eu ia me apegando mais e mais à eles.

Só posso dizer que eu amei demais e que vocês precisam conhecer essa história.

Resenha: Sem limites para o prazer / JC Ponzi

Resenha: Sem limites para o prazer / JC Ponzi

Resenha 🌷

#resenhameuromeo

384 páginas || @jcponzi || @pandorgaeditora


Sinopse: Jessica Becker é o tipo de garota invejada por todos. Linda e nascida em berço de ouro, ela sabe o poder que tem nas mãos e utiliza seus atributos para satisfazer suas vontades. Nem mesmo homens mais velhos, de reputação ilibada, conseguem resistir aos encantos da aluna mais popular da MVA. Com planos bem traçados e prestes a concluir o último ano de high school , Jessica se vê balançada pelo novato Theodore e começa a questionar os meios que utiliza para alcançar seus objetivos. Será o ingênuo rapaz capaz de despertar sentimentos verdadeiros na garota mimada e sem escrúpulos?


Olá leitores, hoje trago a resenha do livro SEM LIMITES PARA O PRAZER, que eu recebi em parceria com a Pandorga Editora, e que foi feita pela minha colaboradora Helena.

Jessica Becker é rica, mimada, e é capaz de qualquer coisa para conseguir o que quer.

Escrúpulos? Ela desconhece.

Poder de sedução? Ao extremo.

Objetivos? Ela tem de sobra, é capaz de tudo.

Amor? Ela não quer de jeito nenhum.

Só que quando seu coração acaba batendo forte pelo menino que menos espera, ela acaba dividida entre destruir uma família, seguir seus instintos, e ser feliz.

⠀⠀⠀⠀

🌷 Esse é aquele livro que acontece de tudo. A cada capítulo lido, você fica mais e mais chocado.

Não existem mocinhos nessa história. Não existe ninguém inocente, mas existe vingança, muita vingança.

Quando você é capaz de tudo para conseguir alcançar seus objetivos, você tem que saber que tudo pode acontecer e tudo pode voltar pra você.

E a grande lição que levamos deste livro é que a vingança envenena tanto a alma, que é capaz de destruir tudo.

Quando mentiras, segredos, falta de limites e escrúpulos se juntam, você não espera nada de diferente.

E este livro te deixa chocado. Acontece tanta coisa que você não espera que todas as páginas você se surpreende.

A Jessica não é uma mocinha, ela é totalmente diferente de uma heroína, e como falei, não existem heróis nessa história, não existe ninguém certinho.

Terminei o livro chocada, pensando bastante em tudo o que li nele, e como falei anteriormente, o que levo de lição é que tudo tem o retorno, então temos que pensar bem nas nossas atitudes para que elas não se virem contra nós.

Resenha: Um amor para recordar / Nicholas Sparks

Resenha: Um amor para recordar / Nicholas Sparks

Resenha 🌷

#resenhameuromeo

140 páginas || @nicholassparks || @editoraarqueiro


Sinopse: Aos 17 anos, a vida de Landon Carter muda para sempre. Largado pela namorada e sem companhia para o baile da escola, ele está desesperado para dar a volta por cima. Como as garotas que lhe interessam já têm par, sua única opção é alguém impensável: Jamie Sullivan, a filha do pastor da igreja que frequenta.

Para Landon e seus amigos, Jamie é muito esquisita. Anda sempre com as mesmas roupas, não usa maquiagem, vive com o cabelo preso e carrega a Bíblia surrada para todos os lados. A vida dela gira em torno do pai viúvo, do resgate de animais feridos e do seu trabalho como voluntária num orfanato.

Nenhum garoto jamais a chamou para sair – até Landon fazer o convite. A menina aceita com uma condição: ele não pode se apaixonar por ela. A princípio, parece uma tarefa fácil, mas o garoto se pega passando cada vez mais tempo com Jamie, e uma transformação pessoal começa a acontecer.

Com ela, Landon aprenderá sobre as profundezas do coração humano e tomará uma decisão extraordinária que o conduzirá à jornada do amadurecimento.

“De vez em quando nos deparamos com um livro extraordinário que nos deixa maravilhados com o tesouro escondido ali. Um amor para recordar é um desses livros. Uma história comovente e fascinante que você não esquecerá tão cedo.” – New York Post

“Com uma habilidade calculada para mexer com o coração dos leitores, Sparks trata da inocência do primeiro amor mantendo um delicado equilíbrio entre humor e paixão raramente visto em romances.” – Amazon.com

“Uma doce história sobre amor jovem, porém eterno.” – Chicago Sun-Times

“Um amor para recordar tem o indelével selo romântico de Nicholas Sparks, dando um toque de humor às emoções já aguardadas pelos fãs.” – Greenville News


Olá leitores, hoje trago a resenha do livro UM AMOR PARA RECORDAR, que eu recebi em parceria com a editora Arqueiro.

Landon Carter era um dos jovens mais populares de seu colégio.

Cercado de amigos que o idolatravam, e acostumado a fazer o que queria, jamais imaginou que sua vida fosse mudar completamente após a aproximação com Jamie Sullivan.

Jamie é doce, sensível e muito religiosa. Filha do reverendo, sempre procura fazer o bem para todos, e dificilmente vê maldade nas pessoas.

E quando o acaso une esses dois, um novo sentimento começa a florecer, e de tão profundo, pode mudar a vida de ambos até o fim de seus dias.

⠀⠀⠀⠀

🌷Não sei se muitos sabem, mas o filme Um amor para recordar, foi uma adaptação deste livro.

E não, ele não é igual ao filme.

Eu lembro que eu li ele há muitos anos, e foi uma história que me marcou e me emocionou demais.

Quando eu vi que a Arqueiro ia lançar ele numa nova roupagem, eu sabia que precisava reler.

Como essa história é apaixonante.

Eu sempre penso que existem pessoas que entram na nossa vida para somar e para serem nossos anjos, e que vão nos levando para o caminho do bem, e a Jamie é justamente essa pessoa na vida do Landon.

Eles, apesar de todas as mil diferenças, acabam se completando perfeitamente.

O amor deles é puro, sem maldade, sem pensamentos ruins, e só amor dos mais doces que você vai ver.

Quando eu li, eu recordei aquele sentimento bom, aquele sentimento que te faz chorar, mas que aquece o seu coração.

E existe algo melhor do que isso? Não, não existe.

O amor é isso. O amor é cuidar, é respeitar, e sua função é te transformar na sua melhor função.

Então quem é amante do filme, peço que leia o livro, e se você ainda não conhece nenhum dos dois, te recomendo correr e comprar esse livro, porque sei que você vai se apaixonar pela história, assim como eu me apaixonei mais uma vez.