Resenha: A garota que lia as estrelas

Resenha: A garota que lia as estrelas

Resenha 🌷

#resenhameuromeo

259 páginas || Kiran Millwood Hargrave || @editorajangada


Sinopse: Isabella mora numa ilha cercada de lendas e sonha em visitar as terras distantes que seu pai, um cartógrafo, um dia mapeou. Quando sua melhor amiga desaparece, ela decide fazer parte da equipe de busca e, guiada por mapas antigos e o conhecimento que tem das estrelas, viaja pelos Territórios Esquecidos da ilha, repletos de perigos e criaturas horríveis. Mas sob os rios secos e florestas mortas, uma lenda feroz está despertando de seu sono….


Olá leitores, hoje trago a resenha do livro A GAROTA QUE LIA AS ESTRELAS que eu recebi em parceria com a Editora Jangada, selo do Grupo Editorial Pensamento.

Isabella mora com seu pai, um cartógrafo, em uma pequena ilha de Joya, que é cercada de lendas e de histórias fantásticas.

Melhor amiga da filha do Governador da ilha, ela está acostumada a viver sempre sorridente e livre.

Até que um dia, uma aluna de sua sala acaba sendo morta, e sua melhor amiga parte em busca de descobrir quem a matou.

Isabella então, se junta a equipe de busca para tentar achar sua amiga. O que ela não esperava, é que naquela ilha as lendas que ouvia, talvez sejam verdadeiras e que ela não sabe bem o que pode acontecer nesta aventura, regada de lendas, magia, mares desconhecidos e criaturas estranhas.

Será que o conhecimento adquirido com seu pai será capaz de ajudá-los a achar sua melhor amiga?

⠀⠀⠀⠀

🌷Começo esta resenha falando que adorei a Isabella.

Por ser um livro de fantasia e aventura, a medida que eu ia lendo ele, eu fui me encantando com a força da personagem.

Apesar da pouca idade, Isabella é inteligente e ser desinibida na medida certa.

E além disso, a autora conseguiu construir um universo tão gostoso, e a leitura se tornou tão simples que eu consegui ler ele em pouquíssimas horas.

A medida que eu ia conhecendo as lendas, em muitas cenas eu conseguia ver através das palavras da autora todos os cenários e desenvolvimento dos personagens e de toda a trama.

Por ser uma aventura fantástica, ele traz algumas cenas com bastante aventura, que com certeza agrada tanto a jovens leitores, adolescentes, e até adultos que sabem apreciar o gênero.

Terminei o livro gostando da trama e torcendo bastante por uma continuação, onde poderíamos conhecer mais da personagem e mais de suas aventuras, além de claro, saber mais sobre as lendas que acompanham este cenário.

Gostei e recomendo para todos os públicos.

Recebido: A garota que lia as estrelas

Recebido: A garota que lia as estrelas

Recebidos

A garota que lia as estrelas

264 páginas || Kiran Millwood Hargrave || Editora jangada

Olá pessoal, hoje trago o livro que eu recebi em parceria com a Editora Jangada.

Vou deixar abaixo a sinopse e depois trago a resenha pra vocês.


Sinopse: Isabella mora numa ilha cercada de lendas e sonha em visitar as terras distantes que seu pai, um cartógrafo, um dia mapeou. Quando sua melhor amiga desaparece, ela decide fazer parte da equipe de busca e, guiada por mapas antigos e o conhecimento que tem das estrelas, viaja pelos Territórios Esquecidos da ilha, repletos de perigos e criaturas horríveis. Mas sob os rios secos e florestas mortas, uma lenda feroz está despertando de seu sono….


 

Resenha: As regras do amor e da magia / Alice Hoffman

Resenha: As regras do amor e da magia / Alice Hoffman

Resenha 🌷

#resenhameuromeo

368 páginas || @ahoffmanwriter || @editorajangada


Sinopse: Em 1620, depois de ser acusada de bruxaria por amar um inquisidor, Maria Owens lança uma maldição em todas as gerações de mulheres de sua família: qualquer homem que se apaixonasse por elas estaria condenado à morte. Mais de trezentos anos depois, Susanna Owens mora na cidade de Nova York, com os três filhos adolescentes – a temperamental Franny, a doce Jet e o carismático Vincent -, e faz de tudo para protegê-los, escondendo o passado da família e criando algumas regras: é proibido andar ao luar, usar o tabuleiro Ouija, acender velas, criar gatos e corvos ou ler livros de magia. E o mais importante: é proibido se apaixonar! Mas não demora muito para que os irmãos comecem a descobrir seus poderes sobrenaturais e, junto com eles, os segredos e a maldição que assombra sua família. Agora, precisam buscar uma forma de violar as leis da magia sem sucumbir à maldição de Maria Owens. As Regras do Amor e da Magia é uma história que antecede o clássico cult Da Magia à Sedução, resgatando a história da família Owens e personagens já conhecidos. Um livro sobre magia, coragem e o desafio de aceitar a si mesmo para viver o verdadeiro amor.


Olá leitores, hoje trago a resenha do livro AS REGRAS DO AMOR E DA MAGIA que eu recebi da Editora Jangada.

No ano de 1620, Maria Owens foi acusada de bruxaria por amar um inquisidor, e por isso, jogou uma magia que influenciou todas as pessoas de sua família: todos os homens que amassem um membro da família Owens, estaria fadado a morte prematura.

Após 300 anos a maldição ainda perdura, e é quando Susanna Owens, decide que seus filhos não saberiam da herança trágica de sua família e nem dos poderes ocultos que possuem.

Porém, a medida que Franny, Vicent e Jet crescem, eles percebem que não são iguais às demais crianças.

Percebendo seus dons sobrenaturais, eles acabam descobrindo os segredos que sua família esconde, claro, sem esquecer da regra número 1: nunca deixar que alguém os ame verdadeiramente, pelo menos se não quiser que essa pessoa tenha um final trágico.

🌷Quando eu vi esta capa, eu me apaixonei. E aí, quando recebi da editora como boas vindas da parceria a caixinha contendo o livro, eu fiquei super curiosa sobre o que ele iria me proporcionar.

Não sei se vocês sabem, mas este livro antecede a história das irmãs Sally e Gillian do clássico filme, Da Magia a Sedução.

Neste livro, conhecemos a história da família, e muito mais sobre a maldição que assombra os Owens.

Eu adorei o livro e por ter subcapítulos curtos, você vai lendo tão rapidinho que quando viu, já está na metade da história.

Confesso que quando eu era criança e assisti o filme a primeira vez, eu sempre quis saber mais sobre esta família.

E o melhor do livro é justamente isso.

Ele mistura tanto os laços familiares, seus problemas, seus pensamentos, suas angústias, seus medos e tudo de uma forma tão incrível, que eu não conseguia parar de ler, pois a cada página virada, eu queria saber mais sobre a história dos irmãos Owens.

É um livro de amadurecimento, pois você vai vendo como os personagens vão mudando e se aceitando como são no decorrer da história.

Eu adorei! E se você gostou do filme como eu, e eu acredito que amou, não deixe de ler este livro, pois você vai adora-lo como eu adorei.

Novidades – Nova Parceria Grupo Editorial Pensamento

Novidades – Nova Parceria Grupo Editorial Pensamento

 

50545186_629552824176326_4652730577038868480_nNovidades

Nova Parceria Grupo Editorial Pensamento

 

Olá leitores, hoje é dia de trazer mais uma novidade.

Este ano o blog foi selecionado como um dos mais novos parceiros do Grupo Editorial Pensamento.

O Grupo possui 4 selos que são: Pensamento, Cultrix, Seoman e Jangada.

Então, ao longo deste ano traremos muitas novidades sobre os selos, além de resenhas e muitas coisas super legais.

Muito bom, né?

Estamos muito felizes e realizadas por fazer parte deste time.

 

Beijinhos

Sinopse: Eu e esse meu coração / C. C. Hunter

Sinopse: Eu e esse meu coração / C. C. Hunter

51b63OKFeML._SY344_BO1,204,203,200_QL70_

Sinopse

Eu e esse meu coração

C. C. Hunter

Editora Jangada


Sinopse: Leah MacKenzie, de 17 anos, não tem coração. O que a mantém viva é um coração artificial que ela carrega dentro de uma mochila. Com seu tipo sanguíneo raro, um transplante é como um sonho distante. Conformada, ela tenta se esquecer de que está com os dias contados, criando uma lista de coisas para fazer antes de morrer . De repente, Leah recebe uma segunda chance: há um coração disponível! O problema é quando ela descobre que o doador é um garoto da sua escola e que supostamente se matou! Matt, o irmão gêmeo do doador, se recusa a acreditar que Eric se suicidou. Quando Leah o procura, eles descobrem que ambos têm sonhos semelhantes que podem ter pistas do que realmente aconteceu a Eric. Enquanto tentam desvendar esse mistério, Matt e Leah se apaixonam e não querem correr o risco de perder um ao outro. Mas nem a vida nem um coração transplantado vem com garantias. Quem diria que viver exige mais coragem do que morrer?