Recebido: O farol e a tempestade

Recebido: O farol e a tempestade

Recebidos

O farol e a tempestade

páginas || Romulo Felippe || Editora Novo Conceito

Olá pessoal, hoje trago o livro que eu recebi em parceria com a Editora Novo Conceito.

Vou deixar abaixo a sinopse e depois trago a resenha pra vocês.


Sinopse: Um evento trágico levou o renomado escritor Samuel Jones a decidir pelo isolamento definitivo. E foi em uma ilha do Atlântico Norte que ele escolheu selar o seu destino, longe de tudo e todos, na companhia das dolorosas lembranças. Mas a solidão do exílio de Sam é quebrada quando, no meio de uma tempestade, uma bola de fogo risca os céus diante de seus olhos. A fotógrafa nova-iorquina Anne Crawford é a única sobrevivente do desastre aéreo. Resgatada pelo escritor, Anne transformará para sempre a até então isolada Ilha Farethon e seu farol secular. Duas almas marcadas por tragédias. Dois corações despedaçados pela vida. Para Sam e Anne, há muito mais em jogo do que fé e paixão, perdão e esperança. Marcados por um passado implacável e por um futuro incerto, tudo o que lhes resta é viver o presente em sua mais profunda intensidade. E na montanha-russa de suas vidas, juntos irão descobrir quão minúsculos são diante das forças do universo.


 

Recebido: Compaixão

Recebido: Compaixão

 

Recebidos

Compaixão

páginas || Fernando Moraes || Editora Novo Conceito

Olá pessoal, hoje trago o livro que eu recebi em parceria com a Editora Novo Conceito.

Vou deixar abaixo a sinopse e depois trago a resenha pra vocês.


Sinopse: Nesta obra, Fernando Moraes nos faz pensar a compaixão dentro de um conceito totalizante, que navega pelo nosso cotidiano e não somente dentro dos contextos que a exigem. Com uma abordagem simples dentro de uma perspectiva social, ele trata com cuidado a compaixão, transitando pela cidadania, pela convivência social e pela vivência das pessoas, e, fundamentalmente, mostrando como ela nos absorve, sem muitas vezes termos consciência disso. Muito se fala nas rodas das ciências humanas sobre resiliência, alteridade, empatia, altruísmo, sentimento de compaixão, pertença, solidariedade e tantos outros conceitos, e em como buscamos reconhecer o outro, aquele diferente de nós, aquele que muitas vezes é o nosso inferno, mas que também nos faz inferno de alguém. Para Fernando Moraes a compaixão é a consciência permanente de que existe o outro. E solidariedade é o efeito natural de identificar o outro por essa consciência e dar vida a essa relação. Sendo assim, uma não existe sem a outra. Entretanto, mesmo tendo essa condição indissociável, costumeiramente tentamos estabelecer interlúdios. Segundo o autor, quando adotamos a compaixão como exercício cotidiano, estamos na verdade dizendo aos outros: “Eu vejo vocês”. Compaixão como convite à existência é o grande desafio aqui proposto.


Resenha: As letras do amor / Paula Ottoni

Resenha: As letras do amor / Paula Ottoni

Resenha 🌷

#resenhameuromeo

224 páginas || @apaulaottoni || @novo_conceito


Sinopse: Bianca acabou de largar um curso de graduação de que não gostava, seus pais vão se divorciar e seus irmãos pequenos estão cada dia mais barulhentos.A oportunidade perfeita de escapar surge quando seu namorado, Miguel, resolve ir a Roma abrir uma empresa para o pai. Bianca decide que aprender italiano, arrumar um trabalho temporário e ajudar Miguel em seu negócio será um bom começo.O que parecia um sonho, porém, torna-se uma incerteza ainda maior quando Miguel fica sempre fora de casa, os empregos de Bianca não duram mais que uma semana, e, cada dia mais próxima de Enzo – o melhor amigo de Miguel, com quem moram –, ela começa a questionar seus sentimentos.Perdida em conflitos amorosos e angustiada por não saber o que será de sua vida ao fim daqueles seis meses, Bianca passa por uma série de situações de crescimento pessoal que vão testá-la e ajudá-la a descobrir o que fazer com o futuro, que vem chegando depressa demais.


Olá leitores, hoje trago a resenha do livro AS LETRAS DO AMOR que eu recebi em parceria com a editora Novo Conceito.

Bianca acabou de tomar uma decisão importante. Cansada de viver no Brasil, onde seus pais vivem discutindo, seus irmãos são terríveis e a incerteza sobre o que cursar na faculdade, ela acaba aceitando o convite de seu namorado Miguel, e decide ir morar em Roma com ele por 6 meses.

O que ela não imaginava era que seu namoro até então sólido iria começar a desmoronar.

Seu namorado Miguel quase não fica em casa, e ela começa a perceber atitudes diferentes dele.

Com o distanciamento de Miguel e ficando cada vez mais próxima do melhor amigo dele, ela começa a questionar se Miguel é mesmo o homem certo para ela.

Nestes 6 meses de descobrimento, Bianca vai perceber que nem sempre o que está do nosso lado é a melhor opção.

⠀⠀⠀⠀

🌷Achei tão fofo esse livro.

Eu havia visto antes algumas críticas negativas sobre ele e não consegui entender o porque.

A história é bem fluida, e você consegue se identificar com alguns dos dramas envolvidos na história.

Além disso a maior parte do livro é narrada na Itália e pra mim que já tive a oportunidade de conhecer os locais citados no livro, foi uma experiência mais satisfatória ainda.

A Bianca vai amadurecendo no decorrer do livro, e percebemos como as dúvidas dela são comuns para muitas pessoas. Até porque quem não ficou em um relacionamento que não sabia se era o melhor para sí?

Além disso temos o Enzo que é aquele mocinho que beira a perfeição. Que homem doce, fofo e cativante.

Eu achei a história como um todo boa, e apesar do clichê, bem viciante.

Quanto mais eu lia, mais eu queria saber como iria desenrolar e achei o final tão meigo que fiquei suspirando.

Quem ainda não leu, de uma chance, pois acredito que vai achar tão encantador como eu achei.

Obs: as imagens que coloquei na foto, são fotos tiradas por mim quando fui até a Itália.