Resenha: O Duque e eu / Júlia Quinn

Resenha: O Duque e eu / Júlia Quinn

Resenha

O Duque e eu

#resenhasmeuromeo

288 páginas || Editora Arqueiro


Sinopse: “Julia Quinn é nossa Jane Austen contemporânea.” – Jill Barnett “Inteligente e divertido.” – revista Time Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo. Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta. Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida. Primeiro dos oito livros da série Os Bridgertons, O duque e eu é uma bela história sobre o poder do amor, contada com o senso de humor afiado e a sensibilidade que são marcas registradas de Julia Quinn, autora com 8 milhões de exemplares vendidos.


Olá leitores, hoje trago a resenha do livro O DUQUE E EU, no qual eu já postei a resenha aqui a um tempo, mas resolvi repostar ela.

Simon Basset mais conhecido como Duque de Hastings é um jovem lindo, rico e solteiro. E numa época onde casar era algo importantíssimo esse Duque fugia de casamentos loucamente.

E aí entra em cena a linda e doce Daphne Bridgerton, irmã do melhor amigo de Simon, e que ao contrário dele está desesperada por um marido, mas infelizmente a sorte não está do seu lado e todos os pretendentes são inadequados.

E então ambos armam um plano que pode beneficia-los: ele fingira que a corteja e logo aumentará o número de pretendentes e em contra partida ele conseguirá se manter distante das mães desesperadas para casarem suas filhas com um bom partido.

Uma solteira procurando um marido e um homem que nunca quer se casar pode dar o que? Muita, mas muita confusão.

 

“- Eu amo você sabe? Eu amo você mas detesto o que está fazendo consigo mesmo. – Ela respirou fundo. – E comigo. Destesto o que você está fazendo comigo.”

 

🌷O Duque e eu foi o primeiro romance de época que eu li, e posso dizer, que simplesmente viciei (o que o diga minha estante e minhas muitas postagens aqui).

Eu não conhecia ainda romances de época e tinha um medo de ler e não gostar, mas dei uma chance a esse romance que conta a história da família Bridgerton me deixou apaixonada!

Não quero dar spoilers, mas sabe aquele romance gostoso? Pois então é ele. Eu achava que por ser de época seria chato e pacato, mas ao contrário ele me prendeu, me encantou e me fez suspirar querendo ter nascido naquela época.

Um romance puro, lindo e de uma leitura tão fluida e gostosa, que fica difícil não se apaixonar.

A propósito é uma série contando a história de cada um dos 8 membros da família Bridgerton, e aproveitando que logo teremos a série resolvi postar a série completa pra vocês.

Enfim, eu amei e super indico, e vocês o que acharam? #euleioarqueiro

Resenha: Uma Dama fora dos padrões / Júlia Quinn

Resenha: Uma Dama fora dos padrões / Júlia Quinn

Resenha

Uma Dama fora dos padrões

Júlia Quinn

#resenhasmeuromeo

272 páginas || Editora Arqueiro


Sinopse: Primeiro livro da nova série de Julia Quinn, Os Rokesbys. Julia Quinn já vendeu mais de 850 mil livros pela Editora Arqueiro. Às vezes você encontra o amor nos lugares mais inesperados… Esta não é uma dessas vezes. Todos esperam que Billie Bridgerton se case com um dos irmãos Rokesbys. As duas famílias são vizinhas há séculos e, quando criança, a levada Billie adorava brincar com Edward e Andrew. Qualquer um deles seria um marido perfeito… algum dia. Às vezes você se apaixona exatamente pela pessoa que acha que deveria… Ou não. Há apenas um irmão Rokesby que Billie simplesmente não suporta: George. Ele até pode ser o mais velho e herdeiro do condado, mas é arrogante e irritante. Billie tem certeza de que ele também não gosta nem um pouco dela, o que é perfeitamente conveniente. Mas às vezes o destino tem um senso de humor perverso… Porque quando Billie e George são obrigados a ficar juntos num lugar inusitado, um novo tipo de faísca começa a surgir. E no momento em que esses adversários da vida inteira finalmente se beijam, descobrem que a pessoa que detestam talvez seja a mesma sem a qual não conseguem viver.


Olá, hoje trago a resenha do livro UMA DAMA FORA DOS PADRÕES, que recebi no evento da Arqueiro que ocorreu na bienal de São Paulo.

Billie Bridgerton é uma mulher incomum para a época em que viveu. Decidida e dona de uma teimosia única, ela sempre faz o que quer.

Sua família sempre deixou que ela fosse livre para viver como quisesse, sem precisar de um pretendente, apesar de sempre esperar que ela se una a um dos irmãos Rokesbys. ⠀⠀

A família Rokesby é vizinha da família Bridgerton o que fez com que vivessem muito próximos. Mas, apesar de crescer junto com Edward e Andrew e os adorar imensamente, um dos irmãos Rokesby lhe causa repulsa: o futuro Conde George.

Seus gênios são opostos. Ela uma mulher livre e desinibida. Ele um homem que vai herdar um condado e que tem responsabilidades.

Ela só quer fazer o que bem entender. Ele só quer que ela pare de importuna-lo. Até que um beijo acontece e muda todos os pensamentos de ambos.

 

⠀⠀– Pare. – Billie fez uma careta para ele antes de voltar para George – Precisamos de você para resolver uma questão.
– Se for para decidir quem consegue escalar uma árvore mais rápido, é você, Billie – afirmou George sem pestanejar. – Se for para saber quem atira com mais precisão, é Andrew.
– Nenhuma das duas coisas – disse Billie, franzindo ligeiramente o cenho. – Tem a ver com croquet.
– Então que Deus nos ajude – murmurou George, levantando-se e seguindo para a porta.

 

🌷Quem ama a família Bridgerton precisa ler esse livro. Se você se apaixonada fácil, tome muito cuidado, pois, você vai sentir que faz mais parte ainda desta família maravilhosa.

Pra quem ainda não leu e não sabe ainda, a Billie é tia dos irmãos Bridgertons, ou seja, a história é contada antes do nascimento deles.

A Billie é única. Divertida, doidinha, bem à frente do seu tempo. Sabe o que quer, e sabe como viver cada dia como se fosse o único sem pensar nas consequências. ⠀⠀

E essa leitora aqui adora mocinhas assim. Eu dei muitas gargalhadas acompanhando ela, vendo ela se meter em varias enrascadas e eu adorei a forma como ela foi deixando o George mais leve também.

Ele era muito certinho e tinha uma responsabilidade enorme. Pra quem não sabe, os herdeiros tem que administrar tudo e cuidar sozinhos de todas as terras e o sustento de sua família, então George se preocupava demais com o bem estar deles.

É um livro doce, e que eu corri e li rapidinho, porque não conseguia parar de ler, e eu, amante de romances de época que sou, não consegui não amar.

História leve, fofa e bem estilo Júlia Quinn. Que aquece demais os nossos coraçõezinhos românticos. A Júlia continua com a mesma formula do sucesso, e que nos faz ama-la mais ainda a cada livro lido. Essa autora tem o dom de criar a trama certa, o momento certo, e o casal que se completa de uma forma única de apaixonante.

Mais um romance de época que você com toda certeza vai amar com todo o seu coração. #editoraarqueiro