Resenha: Criaturas e criadores

Resenha: Criaturas e criadores

Resenha 🌷

resenhameuromeo

248 páginas || Raphael Draccon, Gabriela Munhoz, Frini Georgakopoulos e Raphael Montes || @grupoeditorialrecord

Olá leitores, hoje trago a resenha do livro CRIATURAS E CRIADORES que eu recebi em parceria com a linda da @frini_georga.
Ele é um livro dividido em contos, onde os autores Raphael Draccon, Gabriela Munhoz, Frini Georgakopoulos e Raphael Montes reescreveram sobre alguns clássicos do terror.

O primeiro conto é A Criatura, que foi escrito pelo Raphael Draccon e que é uma releitura do Frankenstein, onde o mesmo é caçado pelo Bope em uma favela do Rio de Janeiro.

O segundo conto, Conde de Ville foi escrito pela Gabriela Munhoz e narra a história de Vlad um dono de uma casa noturna.

O terceiro conto, Por trás da máscara, da Frini Georgakopoulos nos apresenta uma história sobre o fantasma da ópera e claro que eu fiquei super empolgada já que amo essa história.

O quarto e último conto é O sorriso do homem mau, que foi escrito pelo Raphael Montes, e que conta a história de um homem que aparenta ser algo, mas que na verdade é bem diferente do que aparenta ser.
⠀⠀⠀⠀
🌷Eu adoro contos. E quando durante uma conversa com a Frini ela me perguntou se eu gostaria de ler, claro que eu fiquei super animada.

Eu já havia lido a sinopse, e apesar de ser uma medrosa nata, quando eu vi que era uma releitura de classicos, eu não pensei duas vezes em começar a leitura.

E que grata surpresa foi. Imagine só você ler um conto baseado em um clássico, só que com uma roupagem totalmente atual e conceitual.

Eu adorei a forma como os quatro autores conseguiram conduzir as suas histórias, mesmo elas sendo mais curtas.

A narrativa de todos eu achei bem gostosa e bem fluida, e a cada página virada, eu ficava mais e mais arrebatada por todos os contos.

Sabe o que eu mais gostei neles? Que eles me remetiam totalmente a infância, quando eu via vários amigos assistindo aos filmes do Frankenstein, ou aos filmes do conde Drácula e do fantasma da ópera, onde por mais que eu tivesse medo e assistisse eles com os olhos meio fechados, eu ainda assim morria de curiosidade.

Continua nos comentários…

Resenha: Borboletas na janela / Sinéia Rangel

Resenha: Borboletas na janela / Sinéia Rangel

Resenha

#resenhameuromeo

Borboletas na janela

Sinéia Rangel

236 páginas || Editora Coerência


Sinopse: Miguel Barcellar não esperava que o passado fosse invadir seu escritório, vestindo uma saia lápis, saltos Luiz XV, batom carmim e com um segredo que mudaria a sua vida.

Há cinco anos ele se tornou pai. Em alguma parte do mundo, havia um filho que ele nunca conheceu, um garoto que foi entregue para adoção logo após o nascimento.

Leon cresceu entre abrigos e lares temporários, até que conheceu Elena. Com histórias de vidas parecidas, foi criado um vínculo de irmãos e uma promessa: nunca abandonariam ao outro.

E quando essa promessa parece impossível de ser mantida, o destino faz a sua mágica.

Pais e filho se encontram.

Uma família conta a sua história.

E as borboletas voam.


Olá leitores, hoje trago a resenha do livro BORBOLETAS NA JANELA que eu recebi em parceria com a autora Sineia Rangel.

Miguel tem uma vida maravilhosa, já que atualmente é um advogado de sucesso e noivo de Larissa uma mulher doce, linda e incrível, mas ao pegar um caso de um novo cliente, sua vida sofre uma enorme reviravolta.

Sua ex namorada Laura é nada mais, nada menos do que a mulher que ele tem que investigar sobre um caso de assédio sexual.

Com o retorno de Laura sua vida muda completamente. Ele descobre que eles tiveram um filho e que este menino foi dado para a adoção quando nasceu.

Como foi abandonado na sua infância, Miguel não pensa em outra coisa a não ser achar seu filho.

Enquanto isso Leon luta para sobreviver. Perdeu seus pais adotivos ainda criança, não tem ninguém e para salvar uma grande amiga acaba indo para um reformatório e aí sua vida cruza com seu verdadeiro passado e tudo pode mudar.

🌷 QUE LIVRO!!

Sabe quando você chora de soluçar? Pois então, eu chorei muito lendo este livro.

Mais uma vez a Sineia consegue me envolver na história de uma forma que acabou comigo.

Ela tem o dom de fazer você se conectar com os dramas da história de uma tal forma que parece que você está vivendo aquilo.

Eu tive um misto de sentimentos. Raiva, desprezo, tristeza, pena, amor, alegria, gratidão e tudo o que você puder imaginar.

É um livro que você senta e não consegue parar de ler até chegar a ultima pagina lida. É intenso, forte e é apaixonante. ⠀

Um dos dramas que com toda a certeza entrou para a minha lista de melhores e que me fez pensar em tudo.

Quem é apaixonado por uma história que foge do clichê, encontrou aqui a história perfeita pra você.

“E as borboletas voam…”