Resenha: Uma proposta indecente

Resenha: Uma proposta indecente

Resenha 🌷

400 páginas || @emmawildes || @cherishbooksbr


Olá leitores, hoje trago a resenha do livro UMA PROPOSTA INDECENTE, que eu li em inglês, mas que no Brasil foi publicado pela Cherish Books.

Durante uma bebedeira, dois dos maiores libertinos de Londres, o Conde de Manderville e o Duque de Rothay fizeram uma aposta bem indecente: quem é o melhor amante?
Lady Caroline Wynn é uma respeitável viúva, que quando fica sabendo da tal aposta, se interessa, pois tem algumas dúvidas escandalosas a respeito da intimidade entre casais.

E então ela propõe um acordo para ambos: ela aceita participar da aposta, desde que não revelem sua identidade.

O que parecia ser só mais um acordo, acaba transformando a vida de todos para sempre.

🌷Eu simplesmente amei esse livro.
Quando eu vi a sinopse dele ainda em inglês, eu soube que eu precisava ler, pois já achei de cara a história bem original.

E claro que, comprei o e-book e não me arrependi.

Eu adorei o Duque. Adorei mesmo. Ele foi um personagem que me surpreendeu demais durante todo o livro.

Quando eu vejo Duques em romances de época, estou sempre acostumada a homens mais sérios, muito devido a criação que possuem, mas o Duque de Rothay me surpreendeu, porque ele foi encantador, romântico e muito amoroso.

O conde também foi uma grata surpresa, até porque eu consegui visualizar ele totalmente, e eu adoro isso em uma leitura.

Apesar da sinopse um tanto escandalosa para a época, a história é contada com uma leveza tão grande, que eu não via a hora de acabar pra ver o desenrolar de todos os personagens.

Foi o meu primeiro contato com a autora, e quando eu vi que a editora Cherish iria publicar o livro no Brasil, eu fiquei torcendo muito para que eles trouxessem mais livros da autora, já que amei sua escrita envolvente e fluída.

Não posso deixar de citar a Lady Caroline, que com sua força e curiosidade, me encantou demais.

Para os amantes de romance de época e que gostam de histórias que fogem do padrão das demais, este livro é uma ótima pedida.

Favoritei e recomendo demais a leitura.

Resenha: História de um grande amor / Júlia Quinn

Resenha: História de um grande amor / Júlia Quinn

Resenha 🌷

288 páginas || @juliaquinnauthor || @editoraarqueiro

Olá leitores, hoje trago a resenha do livro HISTÓRIA DE UM GRANDE AMOR, primeiro livro da trilogia Bevelstoke e que eu recebi em parceria com a editora arqueiro.
Resenha escrita pela colaboradora Kelly.

Mesmo aos 10 anos de idade, Miranda Cheever sabia que não seria nenhuma beldade.
Seu corpo era desproporcional, não possuía os cabelos e olhos que a maioria das meninas de sua idade, e por isso acreditava que jamais encontraria um marido apropriado.

Só que durante o aniversário de 10 anos de sua amiga Olívia, ela acaba conversando com o irmão dela, Nigel Belvestoke e seu coração bate descompassado a primeira vez.

Mesmo passando 9 anos do ocorrido, Miranda ainda nutre um amor em segredo pelo irmão de sua melhor amiga, só que agora ela é uma linda jovem de 19 anos, enquanto ele é um homem amargurado e que sofreu muito nos anos que se passaram.
⠀⠀⠀⠀
🌷Todo mundo sabe que eu sou apaixonada por romance, né? Pois é, eu me derreto toda.

Começo dizendo que a Miranda é uma personagem cativante. Possuindo uma inteligente sem igual, uma língua afiada e um humor refinado, ela se destaca não somente por sua beleza, mas também por seu jeito de ser, já que se tornou uma verdadeira dama.

Do outro lado temos Turner, um personagem que na primeira aparição me deixou apaixonada, mas que infelizmente no decorrer do livro me decepcionou um pouco.

Ele passou por um trauma, e até entendo que o trauma que passou pode justificar suas atitudes, mas achei suas atitudes muito extremas, ainda mais por algo que muitos já passaram e superaram.

Pra mim ele mudou demais, e não achei a justificativa tão boa, mesmo para uma história datada do século XIX.

O livro se desenrola com a Miranda sempre indo atrás do amor do Turner, enquanto eu sentia que ele não dava nenhum valor ao coração e a paixão que ele sabia que ela nutria por ele.

Mas entenda, é somente a minha opinião, pode ser que você não ache tão complicada a forma como ele tratava a Miranda e todos ao seu redor.

Resenha: O amor não é óbvio

Resenha: O amor não é óbvio

Resenha 🌷

392 páginas || @elaynebaeta ||@galerarecord

Olá leitores, hoje trago a resenha do livro O AMOR NÃO É ÓBVIO que eu recebi em parceria com a Editora Galera Record, e que foi lido pela colaboradora Fernanda.

Íris Pêssego, tem 17 anos e nutre há muitos anos um amor secreto pelo popular, Cadu Sena.

Apesar de tímida, ela acredita que agora que Cadu foi abandonado por sua namorada por uma nova menina, a misteriosa Édra Norr, esta é sua chance de conquista-lo.

O problema é que a medida que vai conhecendo mais essa misteriosa menina, Íris começa a descobrir um novo sentimento que jamais pensou ter.
⠀⠀⠀⠀
🌷Primeiramente adorei esse livro.
Pra mim que estou acostumada a ler livros com a temática LGBT, adorei a forma como a autora construiu os personagens.

É um livro Teen, que mostra a descoberta sobre um novo mundo, que até então pra Íris era totalmente desconhecido.

A medida que ela vai querendo saber mais sobre a misteriosa Édra, e ambas acabam tendo essa aproximação, você vai vendo como o amor é bonito e que ele acontece com quem você menos espera.

A descoberta sobre a sexualidade, sobre o amor, e este novo sentimento, é algo tão real que é impossível você não se familiarizar.

A autora criou as personagens de uma forma bem concisa, que foi fácil de visualiza-las como se você estivesse vivendo naquela mesma escola e sendo amiga de ambas.

Adorei o livro e recomendo para quem gosta de livros com a temática e até mesmo para os que ainda nunca leram nada do gênero.

LANÇAMENTO: A DAMA DA NÉVOA

LANÇAMENTO: A DAMA DA NÉVOA

BEST-SELLER DO THE NEW YORK TIMES.Segundo volume de uma trilogia épica.

“Para os fãs de A Rainha Vermelha e de Game of Thrones.” – Bustle

Quando Theodosia tinha apenas seis anos, sua mãe, a Rainha do Fogo, foi morta pelo kaiser. Ele tomou seu país e a manteve prisioneira, coroando-a como a Princesa das Cinzas e manipulando-a por dez anos.

Porém, essa época terminou. O kaiser subestimou Theo, considerando-a fraca e indefesa. Ele não percebeu que uma mente arguta é a arma mais mortal.

Agora, Theo não usa mais uma coroa de cinzas. Ela recuperou o título que lhe pertencia e fez um refém: o prinz Søren, filho do kaiser. Mas seu povo continua escravizado e ela está a milhares de quilômetros de distância.

Para recuperar o trono, ela precisa de um exército. Segundo sua tia, a temível pirata Dragonsbane, a única maneira de obter um é se casando.

Theo sabe que a liberdade tem um preço, mas ela está determinada a encontrar um jeito de salvar seu país sem precisar se perder no caminho.