Resenha: Querido Vizinho

Resenha: Querido Vizinho

Resenha 🌷

293 páginas || @penelopewardauthor || @clubeessencia


Olá leitores, hoje trago a resenha do livro QUERIDO VIZINHO que eu recebi da parceria da minha best Day do @lendo1bomlivro com a editora Planeta.

Depois de seu namorado e homem que achava que iria ser marido e pai de seus filhos terminar com ela, Chelsea está completamente destruída.

Chateada por causa do término, ela acaba se mudando para um novo prédio.
O problema é que seu vizinho tem dois cães que latem o tempo todo, e acabam atrapalhando seu sono constantemente.

Cansada disso, ela briga com ele e pede que ele faça algo para resolver este problema.

O que ela não sabia era que ele iria ter, além cães terríveis, o hábito de ouvir suas conversas com sua terapeuta.

Ele então começa a dar conselhos para Chelsea, e nisso uma grande amizade acaba surgindo.

Só que Damien é muito mais do que simpático, ele tem uma beleza única e um jeito que acaba chamando muito a atenção.

Ele não quer compromisso de jeito nenhum. Ela só quer se recuperar do último relacionamento. O que poderá acontecer disso tudo?
⠀⠀⠀⠀
🌷Eu sempre estive muito curiosa com esse livro, já que ele é escrito pela Penélope e eu adoro a escrita dela.

Quando tive a chance de pedir, eu não perdi a oportunidade.

Eu gostei da história, achei ambos fofos e entendi todos os pontos do Damien, e o legal é que ele mostra que não quer um relacionamento, mas de forma clara, sem precisar ser grosso ou maltratar a mocinha.

A Chelsea é fofa também, apesar de que em alguns momentos, ela falar sempre sobre o ex, tenha me irritado um pouco.

No fim eu gostei bastante, até porque o drama e a justificativa para o Damien não querer um relacionamento é bem plausível e eu adorei o tema tratado.

Mais um livro da Penélope que flui bastante e que consegui terminar em pouco tempo, porque é uma leitura que envolve bastante e que faz querer sempre saber o que vai acontecer.

Gostei e recomendo para quem também gosta da escrita da autora, ou para quem quer conhecê-la.


⠀⠀⠀⠀
“Você é meu unicórnio, Chelsea.”

Resenha: Criaturas e criadores

Resenha: Criaturas e criadores

Resenha 🌷

resenhameuromeo

248 páginas || Raphael Draccon, Gabriela Munhoz, Frini Georgakopoulos e Raphael Montes || @grupoeditorialrecord

Olá leitores, hoje trago a resenha do livro CRIATURAS E CRIADORES que eu recebi em parceria com a linda da @frini_georga.
Ele é um livro dividido em contos, onde os autores Raphael Draccon, Gabriela Munhoz, Frini Georgakopoulos e Raphael Montes reescreveram sobre alguns clássicos do terror.

O primeiro conto é A Criatura, que foi escrito pelo Raphael Draccon e que é uma releitura do Frankenstein, onde o mesmo é caçado pelo Bope em uma favela do Rio de Janeiro.

O segundo conto, Conde de Ville foi escrito pela Gabriela Munhoz e narra a história de Vlad um dono de uma casa noturna.

O terceiro conto, Por trás da máscara, da Frini Georgakopoulos nos apresenta uma história sobre o fantasma da ópera e claro que eu fiquei super empolgada já que amo essa história.

O quarto e último conto é O sorriso do homem mau, que foi escrito pelo Raphael Montes, e que conta a história de um homem que aparenta ser algo, mas que na verdade é bem diferente do que aparenta ser.
⠀⠀⠀⠀
🌷Eu adoro contos. E quando durante uma conversa com a Frini ela me perguntou se eu gostaria de ler, claro que eu fiquei super animada.

Eu já havia lido a sinopse, e apesar de ser uma medrosa nata, quando eu vi que era uma releitura de classicos, eu não pensei duas vezes em começar a leitura.

E que grata surpresa foi. Imagine só você ler um conto baseado em um clássico, só que com uma roupagem totalmente atual e conceitual.

Eu adorei a forma como os quatro autores conseguiram conduzir as suas histórias, mesmo elas sendo mais curtas.

A narrativa de todos eu achei bem gostosa e bem fluida, e a cada página virada, eu ficava mais e mais arrebatada por todos os contos.

Sabe o que eu mais gostei neles? Que eles me remetiam totalmente a infância, quando eu via vários amigos assistindo aos filmes do Frankenstein, ou aos filmes do conde Drácula e do fantasma da ópera, onde por mais que eu tivesse medo e assistisse eles com os olhos meio fechados, eu ainda assim morria de curiosidade.

Continua nos comentários…

Resenha: O método Fair Play para divisão das tarefas domésticas

Resenha: O método Fair Play para divisão das tarefas domésticas

Meu Romeo Indica 🌷

#meuromeoindica

350 páginas || @editorabestseller

Olá leitores, hoje trago a indicação do livro O MÉTODO FAIR PLAY PARA DIVISÃO DAS TAREFAS DOMÉSTICAS, que eu recebi em parceria com a Editora BestSeller.

Eve Rodsky percebeu ao longo de sua vida como esposa, mãe e mulher que trabalha fora de casa, como as funções domésticas acabam sempre sobrecarregando um lado da casa, é que na maioria das vezes, funções que deveriam ser divididas entre o casal, acabavam ficando sempre para a mulher.

Cansada de ter que fazer tudo sozinha, e vendo suas amigas passando pelo mesmo, ela resolveu desenvolver um método no qual as funções seriam dívidas entre o casal, a fim de trazer satisfação e harmonia para dentro dos lares.

E assim, depois de mais de 500 casais pesquisados, ela desenvolveu o método fair play para a divisão de tarefas domésticas, no qual ela subdividiu as tarefas em vários grupos, onde os casais teriam que dividi-las entre si, em prol do bem bem maior, que é a felicidade de ambos.

🌷 Apesar de na minha casa as tarefas serem bem divididas e meu marido ajudar sempre, eu fiquei curiosa com este livro.

O que eu gostei dele, é que a autora não traz o método de forma forçada, pelo contrário, ela conversa com o leitor, explicando desde o que motivou ela a criar o método, como ela começou a desenvolver e o porquê, tudo de uma forma simples e bem gostosa de ler.

A forma como ela vai te contando tudo é tão simples, que eu fui virando página após página sem nem ver, de tão envolvente que era a explicação.

Ela conseguiu falar tudo sem ser algo forçado e massante, o que ela própria diz que o método não pode ser.

Para dar certo, é importante que os dois lados entendam a importância dele, e o bem familiar que ele vai trazer.

Depois da explicação de como funciona, enfim começa o jogo, e eu adorei empregá-lo.

Claro que na minha casa, como eu disse que tinha uma ajuda enorme do meu esposo, a divisão já era bem justa, e eu gostei de confirmar isso, e percebo o quanto isto faz diferença no nosso dia a dia.

Se você mulher ou homem, está se sentindo mais sobrecarregado do que o outro lado, recomendo você adquirir este livro pra ontem, porque com certeza vai gostar bastante.

Resenha: A voz do arqueiro

Resenha: A voz do arqueiro

Resenha

336 páginas || @miasheridanauthor || @editoraarqueiro

Olá leitores, hoje trago a resenha do livro A VOZ DO ARQUEIRO, que foi publicado pela Editora Arqueiro.

Bree Prescott acaba de chegar a pequena cidade de Pelion, com o único objetivo de deixar seu passado para trás.

E quando sem querer acaba esbarrando em um enigmático homem, ela fica muito interessada em saber quem ele é.

O que ela não sabe é que Archer Hale, além de sua beleza enigmática, seus músculos bem definidos e sua cara de poucos amigos, na verdade se esconde de todo mundo por causa de um passado traumático e pelo fato de ser mudo.

Só que a medida que seus caminhos vão se cruzando mais e mais, uma atração começa a surgir e o amor acaba se sobressaindo acima de tudo.

Será que eles serão capazes de superar todo os seus traumas para ficar juntos?
⠀⠀⠀⠀
🌷Sabe quando você ganha um livro super desejado e por algum motivo você acaba sempre adiando a leitura por medo do que este livro vai ter trazer? Pois bem, isto aconteceu comigo.

Eu demorei mais de 1 ano e meio para ler, mesmo tendo ele aqui comigo, e posso dizer que só me arrependo de ter esperado tanto tempo para conhecer essa história incrível.

Quando eu comecei a ler, pela sinopse eu já sabia que o Archer seria mudo e fiquei com medo de como a autora iria retratar essa deficiência, e ela me surpreendeu.

A Mia criou um livro tão, mas tão lindo, que logo no começo eu já me conectei com ele e não conseguia parar de ler.

É uma história mágica. Um livro com uma história de amor tão maravilhosa, que foi impossível não favoritar ele.

A personagem feminina, Bree me encantou demais. Apesar dela fugir do seu passado, a forma como ela foi se redescobrindo e ajudando o Archer a se aceitar e se amar, foi tão linda, que essa leitora aqui, chorou muito.

Que história encantadora, apaixonante e que te faz acreditar no bem das pessoas.

Eu amei tanto que me faltam até um pouco as palavras pra explicar tudo o que eu senti lendo.

Foi incrível e vou guardar pra esse este livro no meu coração.