Lançamento: um lugar bem longe daqui / Delia Owens

Lançamento: um lugar bem longe daqui / Delia Owens

51yFH3RosnL._SX344_BO1,204,203,200_

Fenômeno editorial, com mais de 2 milhões de cópias vendidas, Um lugar bem longe daqui figura nas listas de best-sellers dos Estados Unidos desde seu lançamento original, em agosto de 2018.

Por anos, boatos sobre Kya Clark, a “Menina do Brejo”, assombraram Barkley Cove, uma calma cidade costeira da Carolina do Norte. Ela, no entanto, não é o que todos dizem. Sensata e inteligente, Kya sobreviveu por anos sozinha no pântano que chama de lar, tendo as gaivotas como amigas e a areia como professora. Abandonada pela mãe, que não conseguiu suportar o marido abusivo e alcoólatra, e depois pelos irmãos, a menina viveu algum tempo na companhia negligente e por vezes brutal do pai, que acabou também por deixá-la.

Anos depois, quando dois jovens da cidade ficam intrigados com sua beleza selvagem, Kya se permite experimentar uma nova vida — até que o impensável acontece e um deles é encontrado morto.

Ao mesmo tempo uma ode à natureza, um emocionante romance de formação e uma surpreendente história de mistério, Um lugar bem longe daqui relembra que somos moldados pela criança que fomos um dia e que estamos todos sujeitos à beleza e à violência dos segredos que a natureza guarda.

A obra foi incluída no clube de livros de Reese Witherspoon, que posteriormente adquiriu os direitos de adaptação cinematográfica e vai produzir o filme com a Fox 2000.

Resenha: Torre do amor / Eloisa James

Resenha: Torre do amor / Eloisa James

Resenha🌷

#resenhameuromeo

352 páginas || @eloisajamesbooks || @editoraarqueiro


Sinopse: Quando Gowan, o magnífico duque de Kinross, decide se casar, seu plano é escolher uma jovem adequada e negociar o noivado com o pai dela. Ao conhecer Edie no baile de apresentação dela à sociedade, ele acredita que, além de linda, ela também seja a dama serena que ele procura e imediatamente pede sua mão.

Na verdade, o temperamento de Edie é o oposto da serenidade. No baile, ela estava com uma febre tão alta que mal falou e não conseguiu prestar atenção em nada, nem mesmo no famoso duque de Kinross. Ao saber que seu pai aceitou o pedido do duque, ela entra em pânico. E quando a noite de núpcias não é tudo o que podia ser…

Mas a incapacidade de Edie de continuar escondendo seus sentimentos faz com que o casamento deles se desintegre e com que ela se recolha à torre do castelo, trancando Gowan do lado de fora.

Agora o poderoso duque está diante do maior desafio de sua vida. Nem a ordem nem a razão funcionam com sua geniosa esposa. Como ele conseguirá convencê-la a lhe entregar as chaves não só da torre, mas também do próprio coração?


Olá leitores, hoje trago a resenha do livro A TORRE DO AMOR, que eu recebi em cortesia com a Editora Arqueiro.

O maravilhoso Duque de Kinross, precisa de uma esposa, e sabe bem o que procura.

Uma bela mulher que saiba ser submissa e que exerça a função de ter seus herdeiros, para assim perpetuar seu ducado.

E quando conhece a belíssima Edie, ela parece ser a moça perfeita.

Bonita, submissa, de uma boa família e que tem tudo para ser a esposa ideal.

Porém, logo após fechar o acordo para que se casem, ele percebe que ela não é de fato a moça boazinha e que falava pouco que acreditava.

Mas ele já está tão encantado por sua beleza, que mesmo assim segue com os planos de casamento.

Porém, após o casamento o matrimônio não é bem o que ambos esperavam, e problemas na noite de núpcias e posteriormente acabam afastando o casal, e fazendo com que o Duque mude todos os seus planejamentos.

🌷Essa história é a continuação da série Contos de Fadas, e ele é inspirado na história da Rapunzel, e algumas referências de Romeu e Julieta.

Eu estava bem curiosa pra saber como a autora iria recriar um romance de época baseada em um dos clássicos que eu amo.

Eu gostei do tema do livro e achei uma história boa, mas infelizmente algumas coisas me incomodaram.

Acredito que a autora, poderia ter colocado alguns acontecimentos no meio do livro e acabei de fato vendo a semelhança com Rapunzel, somente no final da história.

O tema que ela trata é importante e pouco retratado em romances em geral e este foi o ponto alto da história, já que foi algo diferente.

Mas apesar disso, achei o começo um tanto quanto “devagar”, e que demorou muito para resolver algumas coisas que poderiam ter acontecido no meio do livro.

As últimas 30/40 páginas, valeram por toda a história e acredito que se tivessem acontecido antes, teria feito com que eu gostasse mais da trama.

Como eu disse antes, é um bom livro e merece ser lido, pois é uma tema inovador e que muitas mulheres sofrem e que por falta de diálogo e vergonha acabam não tratando.

No fim, gostei da história e recomendo ela.

O próximo livro vem aí, e estou bem curiosa sobre o tema que a autora vai inserir nele.

Lançamento: O labirinto do fauno

Lançamento: O labirinto do fauno

 

71nygThi5FL.jpg

Um dos filmes mais aclamados dos últimos tempos, O Labirinto do Fauno transborda das telas do cinema em obra que expande o universo de fantasia e horror da obra-prima de Del Toro.

Quando estreou nos cinemas, O Labirinto do Fauno encantou público e crítica com sua história que mesclava sonho e realidade, trazendo para o universo da fantasia o cruel cotidiano da Espanha fascista de Franco. Mais de dez anos depois, a produção permanece conquistando fãs e mostrando que boas histórias são atemporais.

Nesta edição mais do que especial, o escritor, diretor e roteirista mexicano Guillermo del Toro — a mente por trás do filme e um dos artistas mais inventivos dos últimos tempos — se une a Cornelia Funke, premiada escritora de contos de fadas modernos e autora da trilogia Mundo de Tinta, para narrar a jornada de uma menina pelo Reino dos Homens e pelo Reino Subterrâneo.

No ano de 1944, Ofélia e a mãe cruzam uma estrada de terra que corta uma floresta longínqua ao norte da Espanha, um lugar que guarda histórias já esquecidas pelos homens. O novo lar é um moinho de vento tomado pela escuridão e pela crueldade do capitão Vidal e seus soldados, dispostos a tudo para exterminar os rebeldes que se escondem na mata.

Mas o que eles não sabem é que a floresta que tanto odeiam também abriga criaturas mágicas e poderosas, habitantes de um reino subterrâneo repleto de encantos e horrores, súditos em busca de sua princesa há muito perdida. Uma princesa que, segundo os sussurros das árvores, finalmente retornou ao lar.

No livro, a narrativa de Ofélia é intercalada com ilustrações e contos de fadas inéditos, baseados em elementos-chave de O Labirinto do Fauno. A obra é uma impactante ode ao poder das histórias, seja em imagens ou palavras, e a sua capacidade de transformar a realidade a nossa volta.

 

Resenha: Já disse que te amo? Estelle Maskame

Resenha: Já disse que te amo? Estelle Maskame

Resenha 🌷

#resenhameuromeo

335 páginas || @estellemaskame || @editoraarqueiro


Sinopse: PRIMEIRO VOLUME DA TRILOGIA JÁ DISSE QUE TE AMO.

Romance, lealdade e drama em uma trilogia que envolve o leitor desde a primeira página.

“As consequências de um divórcio, os segredos de família e, principalmente, as dores do primeiro amor conduzem esta história sobre amadurecimento, vibrante de emoções.” – Publishers Weekly

“Um livro forte, com uma irresistível pitada de amor proibido.” – Booklist

Três verões inesquecíveis de segredos, mágoas e amores proibidos e avassaladores.

Eden Munro foi para a Califórnia aproveitar o sol, as praias e celebridades. Seria um verão maravilhoso se ela não tivesse que conhecer sua nova família, repleta de estranhos: um pai que não vê há três anos, uma madrasta simpática até demais e três irmãos postiços.

Na casa chique, ela vai ter que ficar bem ao lado do quarto de Tyler Bruce, o mais velho dos irmãos. Ele tem olhos verdes que transbordam raiva e sarcasmo, um ego maior que uma mansão de Beverly Hills e cara de poucos amigos. Eden nunca tinha conhecido alguém tão desagradável e tão… intrigante.

Aos poucos, Eden tenta entender o que faz de Tyler uma pessoa tão envolvente quanto o clima da Califórnia. Em meio às festas e às novas amizades, ela percebe que está se apaixonando pela única pessoa que não deveria.

Já disse que te amo? é o primeiro livro da trilogia de Estelle Maskame, que teve mais de 4 milhões de acessos no Wattpad.


Olá leitores, hoje trago a resenha do livro, JÁ DISSE QUE TE AMO? Que eu recebi em parceria com a Editora Arqueiro.

Eden, acaba de chegar no aeroporto para passar as férias em Los Angeles com seu pai que desde que saiu de casa, jamais havia entrado em contato.

Porém, agora querendo uma reaproximação de sua filha, ele acaba pedindo para que ela venha passar as férias com ele, sua esposa e seus enteados.

O que Eden não esperava, é que o filho mais velho de sua madrasta, Tyller, fosse ser tão enigmático, charmoso, egocêntrico e mal educado.

Porém, a medida que vai conhecendo ele, Eden percebe que talvez todo esse temperamento seja apenas uma fachada, para disfarçar todo o sofrimento que teve quando era criança.

Ela não quer se envolver nos problemas de seu irmão postiço, mas a medida que o vai conhecendo, ela quer ajudá-lo a se recuperar destes dramas.

Só que se apaixonar pelo meio-irmão não está nos planos e agora, Eden precisa decidir o que fazer.

⠀⠀⠀⠀

🌷Quando eu vi esta capa e a sinopse eu fiquei bem interessada pela leitura, pois é um livro com um teor mais adolescente e que sempre acaba me chamando a atenção.

E quando uma amiga minha leu e me implorou para ler ele também, eu acabei não resistindo e comecei a leitura.

E claro, me viciei de uma forma tão grande, que naquele dia eu fui dormir de madrugada lendo.

Não é uma história fofa, muito pelo contrário, todos os personagens tem algum trauma ou passam por situações difíceis que muitos adolescentes acabam passando.

Ao ler, eu me remeti muito a minha adolescência, já que os personagens acabam indo em festas e passam por alguns problemas cotidianos, em busca do amadurecimento.

Eu gostei da história, sei que muita gente não concorda com as atitudes de alguns personagens, mas eu achei eles tão críveis, que acabei me apegando a eles.

Este livro é o primeiro de uma trilogia e claro que ele acaba de uma forma tão chocante que, ao terminar surtei muito com uma amiga, porque ambas queremos muito a continuação.

Termino aqui, dizendo que gostei e que espero que conheçam os personagens e deem uma chance a eles.

Sinopse: Paulo Freire – mais do que nunca

Sinopse: Paulo Freire – mais do que nunca

Sinopse

Paulo Freire está hoje no meio de uma acirrada disputa ideológica. Mas este não é um livro sobre a ideologia ou a política partidária de Paulo Freire. Aqui não se entende por política o que se faz dentro da lógica do sistema democrático representativo, mas sim, num sentido mais amplo, o modo como se exerce o poder nas relações estabelecidas com outros e outras numa trama social e, mais especificamente, os modos de exercer o poder ao ensinar e aprender. 

Paulo Freire nos ajuda a pensar as possibilidades da filosofia em conexão muito próxima com a educação e a política. E é nesse sentido que ele é um filósofo: pela forma como faz de sua vida um problema filosófico e de sua filosofia uma questão existencial na busca de um mundo sem opressores e oprimidos. 

Nesse contexto, o livro é construído em torno de cinco princípios inspirados na vida de Paulo Freire: a vida (como inseparável de qualquer prática educativa); a igualdade (no início, como pressuposto, e não como finalidade da educação); o amor (não apenas pelas pessoas, mas também pela posição educadora que se ocupa); a errância (no duplo sentido de equivocar-se e de viajar sem destino predeterminado) e a infância (como impulso vital, e não apenas idade cronológica). 

A obra traz também duas entrevistas reveladoras, uma com filho caçula de Paulo Freire, Lutgardes Costa Freire, e outra com a educadora e amiga Esther Pilar Grossi; além de um apêndice que trata da relação de Paulo Freire com a filosofia com crianças.

Resenha: Engano irresistível / Vi Keeland

Resenha: Engano irresistível / Vi Keeland

Resenha 🌷

#resenhameuromeo

336 páginas || @vi_keeland || @universodoslivros


Sinopse: Um novo sucesso erótico da autora best-seller do The New York Times — Vi Keeland! A primeira vez que vi Caine West foi em um bar. Ele notou que eu o estava encarando e deduziu que fosse um flerte. Quando veio falar comigo, coloquei-o na linha, exasperando tudo o que eu pensava sobre ele ser um mentiroso, traidor e egocêntrico. Sabe, aquele delicioso canalha havia levado minha amiga para jantar; depois, foram para cama e ele nem sequer mencionou que era casado. Por isso, merecia cada xingamento que saía da minha boca. Quando terminei, um sorriso preguiçoso se expandiu em seu rosto perfeito em resposta ao meu sermão. Só então percebi que o homem para o qual eu vociferava impropérios não era o cara certo. Ops. Lindo engano. Com vergonha, saí sem me desculpar e achei que nunca mais veria o estranho bonitão na vida, certo? Foi o que pensei… Até chegar à aula na manhã seguinte… Olá, professor West, sou sua nova assistente. Trabalharei diretamente abaixo de você… no sentido figurado. Embora trabalhar debaixo do professor West não fosse uma má ideia…


Olá leitores, hoje trago a resenha do livro ENGANO IRRESISTÍVEL que foi meu primeiro contato com a autora, Vi Keeland.

Rachel acaba de encontrar com um homem que não vale nada.

Ele enganou sua amiga Ava, iludindo-a sem contar que na verdade ele é casado.

Cansada da cara de pau dele, ela parte para cima do seu rosto bonito e fala tudo o que pensa sobre aquele homem que fez tão mal a sua amiga.

O que ela não entende é porque ele fica parado somente olhando ela.

O que ela não imagina é que na verdade este é um tremendo engano e que mudará sua vida para sempre.

⠀⠀⠀⠀

🌷Este foi meu primeiro contato com a escrita da Vi Keeland e eu lembro bem quando minha amiga Kelly, me falou que eu precisava conhecer a escrita dessa autora.

E ela não podia estar mais certa de que eu amaria a história.

Os personagens são encantadores desde o início.

O Caine, é puro charme e faz você se apaixonar por ele desde o primeiro momento que ele fala algo, e enquanto a Rachel é o significado de mulher decidida e que não se deixa abater por nada.

A Vi Keeland acerta demais na construção dos seus livros, ela constrói bons personagens que acabam te fascinando e te prendendo do começo ao fim e com este não foi nada diferente.

O casal tem uma química única e o que eu mais gostei é que na história você tem um pequeno mistério e que eu confesso que não esperava, o que torna a história mais especial ainda.

Eu garanto que quem gosta de romance depois de ler um livro da Vi, jamais vai querer parar e posso fala isso com categoria, pois eu não canso de ler tudo o que ela já escreveu.

Conheçam este livro e se apaixonem por esta história como eu me apaixonei.

Resenha: Boa sorte Barbie / Aline Cabral

Resenha: Boa sorte Barbie / Aline Cabral

Resenha 🌷

205 páginas || Aline Cabral || @editoracoerencia


Sinopse: Acredita-se que exista uma ordem natural na vida: Faculdade – emprego – casamento e depois…filhos.
Não para Bárbara, que aos 17 anos ficou grávida de um cara que sumiu. Hoje, 14 anos depois, a designer de crochê e coordenadora de um clube da 3ª idade, sabe que às vezes a melhor escolha nem sempre é a mais fácil.
No entanto, a vida de Barbie, que parece ter entrando nos eixos, vira de pernas pro ar com a volta de Adam, o pai da sua filha.
Boa sorte, Barbie é uma história divertida e emocionante sobre as aventuras de uma mãe solo, que segura a onda o tempo todo, mantém as boas amizades, mas precisa aprender a enfrentar seus medos.


Olá leitores, hoje trago a resenha do livro BOA SORTE BARBIE, que eu recebi em parceria com a Editora Coerência.

Bárbara teve um romance de adolescência e por causa deste romance, acabou ficando grávida.

Sem saber o que fazer, já que tem 17 anos, ela fica desesperada ao perceber que o pai do seu bebê acabou sumindo.

Apesar disso, ela acaba assumindo a responsabilidade e criando sua filha da melhor forma possível.

E 14 anos depois, o pai de sua filha retorna, e traz à tona todos os sentimentos que estavam a tanto tempo escondidos.

⠀⠀⠀⠀

🌷 Quando eu solicitei o livro eu não sabia ainda que era o Spin-off de Acima do salto agulha.

Comecei a ler, sem conhecer os personagens ainda e mesmo me pegando de surpresa, consegui achar a história fofa.

É super clichê e com uma fórmula já vista em outras histórias, mas pra mim que gosto de romances e clichês achei a história boa.

É um livro super rápido de ler. Tanto que eu li ele em 1 dia tranquilamente e somando as horas, foram pouquíssimas.

Achei o romance fofo e adorei a filha da Barbie, a Liz.

Achei ela o ponto alto da história porque ela é uma adolescente fofa e super madura.

Acho que a trama ficou um tanto previsível, mas eu gostei.

Agora quero ler o primeiro para ver o que eu acho dele também.