Resenha: O príncipe dos vampiros / Aline Sant´Ana e Clara de Assis

Resenha: O príncipe dos vampiros / Aline Sant´Ana e Clara de Assis

Resenha 🌷

#resenhameuromeo

304 páginas || @linesntn @clarinhadeassis || @editoracharme


Sinopse: “Eu perguntei se você tem um vampiro para beijá-la. E para senti-la. Para saciá-la. Para satisfazê-la. Você está comprometida, Mia?” Quinhentos anos após a minha partida, eu retornei para o lugar onde nasci, a Ilha de Alkmene, com um único objetivo. Àquela altura, não era mais a garotinha que a família real conhecia, e sim a melhor guerreira de seu clã. Foi uma honra poder encontrá-los como Major da Divisão Magna. No extravagante castelo, fui recepcionada por pessoas que me amaram. Tudo estava indo de acordo com o planejado, até perceber que algo parecia… diferente. Depois de incontáveis séculos sem vê-lo, quando meus olhos pairaram sobre Orion Bloodmoor, o Príncipe dos Vampiros, reconheci que nem todos os anos que passamos separados seriam o bastante. Com suas exóticas íris vermelhas, corpo atlético, cabelos cor de ônix e uma personalidade nada tradicional, eu tinha inúmeros motivos para não observá-lo, para não reparar em sua beleza, para não me deixar levar… Ainda mais por ele não ser o único desafio que eu teria que enfrentar. Havia segredos sob aquele teto, falhas em meu clã, e a última coisa que eu precisava era me deixar levar pelos encantos de um príncipe. Assuntos do coração não deveriam vir antes do meu dever. E guerreiras usam espadas ao invés de coroas.


Olá leitores, hoje trago a resenha do livro O PRÍNCIPE DOS VAMPIROS, que eu recebi em parceria com a Editora Charme.

Quando era uma criança, durante uma brincadeira no corredor do castelo onde os pais trabalhavam, Mia conheceu o famoso filho do rei de Alkmene. Apesar do encontro rápido, aquele menino de íris vermelha, despertou sentimentos que Mia jamais esqueceu.

Passados 500 anos deste encontro, hoje ela deixou de ser uma menina para ser a Major mais poderosa da Divisão Magna.

Por ser a melhor, ela é incumbida de retornar ao castelo e ensinar o próximo rei.

Só que Orion não é mais um menino. Ele está alto, com um corpo atlético, os mesmos olhos vermelhos e uma personalidade forte.

Agora ambos adultos, como negar o poder que os atrai?

⠀⠀⠀⠀

🌷Quem me conhece sabe o quanto depois que eu conheci a escrita da Aline Sant’Ana, eu me apaixonei.

Aí juntou ela com a Clara de Assis que é uma autora maravilhosa também, é claro que elas iriam escrever uma fantasia distópica bem gostosa.

Eu fico impressionada em como elas pesquisaram para escrever esse livro, porque tem tantas referências de mitologia, lendas sobre vampiros, sobre a forma de vida e etc, que isso me deixou bem mais encantada com a história.

Não é só um romance, é bem mais do que isso.

Tem romance, tem guerra, tem planejamento, tem traição, tem lutas e tem muito amor.

A Mia é força, poder e determinação. Ela mostra que uma mulher pode sim chegar aonde quiser.

E o Orion, ahh, que homem minha gente. Teve uma cena ali que fiquei verdadeiramente com bastante inveja da Mia e quis muito ser ela, porque foi bem quente.

E eu li o livro tão rapidinho, porque é bem difícil ler devagar quando a escrita é fluida e como acaba gostando da história.

Eu só posso dizer que conclui mais um livro que adorei e que fiquei curiosa com mais histórias deste universo novo.

Resenha: Desencontros à beira-mar / Jill Marsell

Resenha: Desencontros à beira-mar / Jill Marsell

Resenha 🌷

#resenhameuromeo

336 páginas || @jillmansell || @editoraarqueiro


Sinopse: Clemency se apaixona por um belo desconhecido que senta ao seu lado durante um voo e logo começa a fazer planos para um futuro a dois, mas acaba se decepcionando ao descobrir que ele é casado.

Sam, o homem encantador do avião, aparece três anos depois na cidade litorânea onde Clemency mora, só que não veio à sua procura: desta vez ele está envolvido com a irmã postiça dela.

Belle parece ter um namoro perfeito com Sam, mas na verdade algo não vai bem na relação deles.

Ronan, melhor amigo de Clemency, aceita embarcar em um plano maluco e fingir um relacionamento amoroso com ela só para provocar ciúmes. Pela primeira vez, o jovem sedutor não sabe o que fazer para conquistar a mulher que realmente ama.

E assim os desentendimentos e a confusão começam.

Enquanto o sol esquenta a areia e o mar turquesa cintila, uma verdade fica clara: segredos enterrados sempre acabam vindo à tona.


Olá leitores, hoje trago a resenha do livro DESENCONTROS À BEIRA-MAR que eu recebi em parceria com a Editora Arqueiro.

Clemendy sabe que a regra número 1 de um bom viajante é não se atrasar para chegar ao aeroporto, e ela faz isso sempre, só que na última vez que ela pegou um voo, ela acabou se enrolando e chegando atrasada no embarque.

O que ela não esperava, é que ao lado dela sentaria um charmoso homem que faria o seu coração bater mais forte, só que no final da viagem ela descobre que apesar dos flertes durante o voo ele é casado.

Três anos depois desse fatídico incidente, ela jamais imaginou que iria reencontrar o misterioso Sam, e que ele voltaria nada mais nada menos do que o novo namorado de sua irmã, Belle.

Desesperada para conseguir superar essa paixonite que permaneceu mesmo após tantos anos, ela acaba entrando em várias confusões e mal entendidos.

⠀⠀⠀⠀

🌷Esse foi meu segundo contato com a autora, Jill Marsell e ela definitivamente é a autora que eu mais gosto na nova coleção dos romances de hoje.

Pra mim, ela tem a escrita mais fluída, e como a trama já começa de uma forma mais rápida, ela acaba criando a curiosidade em você, em como os eventos vão se desenrolar.

Não deixa em nenhum momento de ser clichê, mas acho um clichê gostoso de ser lido e que é daquele tipo que você senta no sofá e lê de uma vez só.

A Clemendy é uma fofa e uma personagem que faz você querer ser amiga dela. É aquele tipo de pessoa que não tem maldade e que todos querem ter do lado.

O Sam é fofo e torci tanto para que tudo se solucionasse apesar de todos os desencontros que ocorreram na história.

Apesar de achar o final um pouco corrido, assim como achei no primeiro, isso não mudou a minha percepção da história, já que até o epílogo foi fofo e conduziu bem o fim.

Tenho vontade de conhecer algum outro livro dela, porque foi uma leitura bem gostosa e bem mais rápida do que eu esperava.

Terminei achando muito amorzinho e recomendando ele pra quem gosta de um clichê leve, fluido e apaixonante.

Lançamento: Flor de Jade

Lançamento: Flor de Jade

FLOR_DE_JADE_15741984151019560SK1574198415B (1)

Há duas formas de encarar um pé na bunda: você pode chorar por horas e horas, sofrendo pelo fim de um relacionamento; ou pode olhar para frente, determinada a recuperar o tempo perdido. Jade fez as duas coisas. Depois de ser abandonada no altar pelo namorado de longa data, chorou bastante, mas logo sacudiu a poeira e foi aproveitar a vida.
Entre o calor da Bahia e muito chocolate, ela tem uma nova meta: beijaria uma boca diferente para cada ano que passou ao lado do traste do seu ex. Ela só não estava pronta para tudo o que encontraria, ao soar de um relógio misterioso.

Resenha: A Devolvida / Donatella Pietrantonio

Resenha: A Devolvida / Donatella Pietrantonio

Resenha 🌷

#resenhameuromeo

160 páginas || Donatella Di Pietrantonio || @faroeditorial


Sinopse: Considerado um dos grandes romances da Itália, onde vendeu mais de 250 mil exemplares, com direitos negociados para mais de 25 países, e adaptações no teatro e no cinema, a autora Donatella Di Pietrantonio traz uma história sensível e emocionante. Aos 13 anos, uma garota é levada do lar abastado onde vive para uma casa estranha e com pessoas que dizem ser seus pais e irmãos. Na pequena cidade italiana todos conhecem sua história: ela é a criança que os pais naturais, pobres e de família numerosa, “deram” a um parente que não podia ter filhos e que este a devolveu quando a menina frequentava o ensino médio, não por maldade, mas porque a vida pode ser mais complexa do que imaginamos e nos força a fazer escolhas dolorosas. Ela era a devolvida. Sentia-se como uma estrangeira na nova casa e, desde então, a palavra “mãe” travara em sua garganta. Privada até de um adeus por aqueles que sempre acreditou serem seus pais, ela se vê incrédula ao enfrentar o sofrimento de ser abandonada novamente de forma repentina. “Minha vida anterior me distinguiu, me isolou na nova família. Quando voltei, falava outra língua e não sabia mais a quem pertencia”. Forçada a crescer para reintegrar-se ao seu núcleo original, ela vive uma sensação de subtração, de gente esvaziada de significado, e nos


Olá leitores, hoje trago a resenha do livro A DEVOLVIDA, que eu recebi em parceria com a Faro Editorial.

Quando uma garota que cresceu vivendo a vida dos sonhos, em um lar sólido, fazendo aulas de balé, estudando em um colégio prestigiado e com pais amorosos, descobre que na verdade é adotada e que será devolvida para o seu “verdadeiro lar” ela jamais esperou que sua vida fosse mudar drasticamente.

E quando ela chega nesta casa onde descobre ter vários irmãos e que passa constantemente por necessidades, já que seu pai mal consegue sustenta-lós ela se vê obrigada a se adaptar a essa nova vida, sem saber o porque foi devolvida.

Será que ela conseguirá superar o trauma de ter sido devolvida, sem ao menos ter ciência do porque? ⠀

🌷Apesar de ser um livro curto, este livro tem uma intensidade singular.

A trama é tão bem proposta, e com uma fluidez tão grande, que você senta, pega o livro e não consegue parar até chegar a cena final.

A história é narrada 20 anos após o acontecimento que mudou pra sempre a vida desta menina.

Não sabemos o seu nome, apesar da sua história e todos os traumas que carregou por causa de uma vida que até os 13 anos jamais imaginou viver.

É uma história densa, impactante e que te faz pensar em como traumas do passado podem impactar pra sempre uma vida.

Esse livro me tocou profundamente e me fez pensar muito em tanta coisa, que as vezes é até difícil expressar tudo aqui para vocês.

É um livro que mesmo tendo lido a algumas semanas, ainda está bem presente na minha memória.

Tag literária

Tag literária

Tag 🌷

#respondendotagmeuromeo

Olá leitores, hoje eu estou passando aqui para responder uma tag, algo que faz um tempinho que não faço é que me bateu uma saudades de fazer.

⠀⠀⠀⠀

🌷um livro que te segurou até que você LINDÍSSIMO, LEU TUDO.

R: vergonha da Brittainy C Cherry.

⠀⠀⠀⠀

🌷uma série de livro que você LINDÍSSIMO, LEU TUDO.

R: Rosemary Beach da Abbi Glines. 14 livros depois e série concluída e amada muito.

⠀⠀⠀⠀

🌷um final de livro que LINDÍSSIMO, FALOU TUDO.

R: é assim que acaba. Que livro e que mensagem.

⠀⠀⠀⠀

🌷um final ou uma continuação que LINDÍSSIMA, ESTRAGOU TUDO.

R: todo seu. Sem comentários para aquele final.

⠀⠀⠀⠀

🌷um personagem que abre a foca e LINDÍSSIMO, FALOU TUDO.

R: Rhysand. Ele nem precisa abrir a boca para ser perfeito. ⠀⠀⠀⠀

🌷um livro que imenso / extenso / denso, mas que você LINDÍSSIMO, LEU TUDO.

R: Acotar. Livros gigantescos, mas mega favoritados.

⠀⠀⠀⠀

🌷um livro com uma mensagem importante que LINDÍSSIMA, DISSE TUDO.

R: uma nova chance para o Sr Doubler.

⠀⠀⠀⠀

🌷um autor que todo livro é LINDÍSSIMO, FALOU TUDO.

R: Lorraine Heath. Só porque eu amo todos os romances de época dela.

⠀⠀⠀⠀

🌷um universo que LINDÍSSIMO, ENCANTOU TUDO.

R: universo feérico, mas precisamente Velaris.

⠀⠀⠀⠀

🌷quantos livros você já LINDÍSSIMO, LEU TUDO esse ano?

R: 135 livros e o livro da foto foi uma das minhas últimas leituras.

Bom, espero que vocês tenham gostado das respostas. E me contem, quantos livros já lerão este ano.

Bate papo meu Romeo: As quatro rainhas mortas

Bate papo meu Romeo: As quatro rainhas mortas

Bate papo Meu Romeo 🌷

Olá leitores, hoje trago pra vocês a sinopse do livro AS QUATRO RAINHAS MORTAS que eu recebi em parceria com Galera Record e depois quero conversar com vocês.

Na efervescência de paixões proibidas, segredos e alguns mistérios, o reinado das quatro rainhas de Quadara está ameaçado – resta saber como, e por quem. No continente de Quadara, há séculos quatro rainhas reinam absolutas, cada uma representando o próprio quadrante. Juntas, mas separadas. A decidida Iris fala por Archia, a ilha de terras férteis; a estoica Corra representa a tecnológica Eonia; Marguerite, a mais velha das rainhas, é a soberana de Toria e de seus curiosos habitantes; e Stessa, a mais jovem, é o rosto de Ludia, o quadrante da diversão e da arte. As quatro mulheres dividem o poder, sempre respeitando as Leis das Rainhas, sempre pensando no povo e no melhor para a nação. Mas elas têm segredos, e estes podem ser letais. Tão letais quanto Kelarie Corrington. Aos 17 anos, a toriana é a mais hábil larápia e a melhor mentirosa de Jetée. um distrito de excessos, contrabando e charlatões. O último lugar que Varin, um mensageiro eonista, deveria visitar. Mas ele foi roubado… por Keralie, e a jovem é a única esperança de reaver a mercadoria e manter seu emprego. Um mensageiro nunca pode perder sua encomenda. Para piorar, há coisas muito mais sinistras nos chips de comunicação afanados por Keralie. Algo que pode enredar a larápia e o mensageiro em uma conspiração para assassinar as quatro rainhas de Quadara. Sem opção, os dois resolvem se unir para descobrir o assassino e salvar a própria vida no processo. Quando sua relutante parceria começa a se transformar em algo mais, os dois precisam aprender a confiar um no outro e a superar as diferenças entre quadrantes para viver esse amor. Mas será que uma curiosa toriana e um insensível eonista têm alguma chance?

🌷 Vocês tem algum gênero que gostariam de ler mais, só que estão sem tanto tempo assim para se dedicar?

Eu tenho.

Eu gostaria muito de ter mais tempo de ler alguns livros de fantasia que me indicam, mas que eu acabo tendo que adiar por ter outros livros na frente e com certeza FANTASIA é um gênero que quero ler mais.

Resenha: Todas as suas imperfeições / Colleen Hoover

Resenha: Todas as suas imperfeições / Colleen Hoover

Resenha 🌷

#resenhameuromeo

304 páginas || @colleenhoover || @galerarecord


Sinopse: Uma história de amor perfeita é suficiente para manter vivo o casamento entre duas pessoas imperfeitas? o acaso uniu quinn e graham duas vezes. A primeira delas, no que consideraram o pior dia de suas vidas, quando ela descobriu às vésperas do casamento que estava sendo traída pelo noivo e ele, pela namorada que pretendia pedir em casamento. A segunda, meses depois, em meio a encontros ruins. Deste reencontro surgiu um amor profundo e um relacionamento perfeito. Ou talvez nem tanto. Com o passar dos anos e a frustração por não conseguirem ter filhos, quinn e graham acumularam silêncios e desconfianças. O casal se encontra no centro de um furacão, e seu futuro depende das promessas feitas quando o casamento ainda parecia uma praia paradisíaca.


Olá leitores, hoje trago a resenha do livro TODAS AS SUAS (IM)PERFEIÇÕES que recebemos em parceria com a Galera Record e que foi resenhado pela colaboradora, Ale.

Quinn é uma mulher sensível, e que tem um dom enorme de perdoar à todos, mesmo os que fizeram muito mal a ela, e mesmo quando descobre que seu namorado a traiu, ela segue firme e sem se deixar abalar.

Granhan é lindo, verdadeiro e romântico ao extremo.

Quando o caminho dos dois se cruzam por estarem passando por dramas semelhantes, eles se apaixonam e vivem o típico conto de fadas: emprego dos sonhos, casa bonita e um amor verdadeiro.

Porém, eles trocariam o emprego e casa bonita para realizarem o sonho de ter um filho.

Só que quando esse sonho de torna frustração a cada tentativa que não resulta neste bebê, o abismo aumenta e eles terão que redescobrir o real significado da palavra amor.

🌷Este é um dos livros mais adultos que eu já li da Colleen Hoover.

Pra quem está acostumado com casais mais adolescentes e/ou mais jovens, este livro é totalmente ao contrário, já que mostra um casal de adultos que enfrentam um problema que infelizmente ainda muitos casais enfrentam.

Este é um livro sobre o poder do amor, e sobre como certas coisas que acontecem no decorrer do relacionamento podem ser perdoadas por causa de um bem maior, que é justamente o amor.

Não é uma história feliz, pelo contrário, é uma história triste e que é capaz de devastar o coração a medida que você vai lendo.

Eu me apaixonei pelo Granhan e seu amor altruísta e pela forma como ele mesmo nos piores momentos soube ter paciência e querer superar tudo junto com a Quinn.

Ele errou em alguns momentos, mas entendi ele e consegui perdoá-lo apesar do meu coração ter chorado junto com o dela.

É uma história sobre auto-conhecimento, empatia, superação, amor e redescobrir o que de fato é importante ou não para a sua vida. “Nosso casamento não é perfeito. Nenhum casamento é perfeito. Houve momentos em que ela desistiu de nós. Houve mais vezes em que eu desisti de nós. O segredo para a nossa longevidade é que jamais desistimos ao mesmo tempo.”