Resenha: Um verão na Itália / Carrie Elks

Resenha: Um verão na Itália / Carrie Elks

Resenha 🌷

#resenhameuromeo

280 páginas || @carrie.elks || @veruseditora


Sinopse: Férias de verão gratuitas em uma bela villa na Itália. A condição? Dividir a casa com seu maior inimigo… O primeiro volume da série As irmãs ShakespeareCesca Shakespeare chegou ao fundo do poço. Depois de escrever uma peça de teatro premiada que acabou em desastre, o bloqueio criativo se instalou, sem previsão de ir embora. Seis anos mais tarde, ela acabou de perder mais um emprego pavoroso e está prestes a ser despejada de seu apartamento. Pior ainda, suas irmãs não fazem ideia de como sua vida vai mal. Assim, quando seu padrinho lhe arruma uma temporada de verão em uma bela villa italiana, sem ter de pagar nada por isso, Cesca concorda, meio a contragosto, em ir para lá e tentar escrever uma nova peça. Isto é, antes de descobrir que a casa pertence a seu arqui-inimigo, Sam Carlton.Tendo acabado de ver seu nome em todas as manchetes pelas razões erradas ― mais uma vez ―, o galã de Hollywood Sam Carlton precisa de um lugar para se esconder. Que opção melhor do que a linda villa desocupada de sua família à beira do lago Como? Só que, quando ele chega, descobre que a casa não está tão desocupada quanto ele esperava.Ao longo do quente verão italiano, Cesca e Sam terão de confrontar o passado. E o que começa como uma hesitante amizade rapidamente se torna uma atração intensa ― e depois uma aventura ardente. Uma coisa é certa: este será um verão abrasador… Esta é a nova e deliciosa série da autora best-seller Carrie Elks. Você vai conhecer a família Shakespeare: quatro irmãs, quatro histórias… quatro maneiras de encontrar o amor verdadeiro.


Olá leitores, hoje trago a resenha do livro UM VERÃO NA ITÁLIA que é o primeiro livro da série As Irmãs Shakespeare e que foi publicado pela Verus Editora.

Cesca Shakespeare está passando por um grave bloqueio artístico.

Depois que sua peça foi um desastre, mesmo após seis anos ela não consegue escrever mais nada.

E quando seu padrinho arruma um emprego em uma pequena cidade na Itália, que poderia dar um jeito em sua situação financeira além da oportunidade de ter tempo suficiente para escrever, ela acaba aceitando.

A princípio, ela acha que vivera em pleno sossego e tranquilidade, só que o que ela não imagina é que o famoso ator hollywoodiano Sam Carlton, dono da casa e o homem que ela mais odeia no mundo, estará lá.

O que a princípio começa com um desastre, passa a ser a melhor coisa que poderia ter acontecido para ambos.

⠀⠀⠀⠀

🌷Este livro é o primeiro das irmãs Shakespeare e eu acabei lendo fora da ordem, já que li o segundo primeiro, mas mesmo assim não tirou o brilho de ter alguns spoilers quando eu comecei a leitura.

A Carrie Elks consegue escrever livros tão fofos e apaixonantes que é bem difícil não se apaixonar.

Fora isso, o cenário é exuberante.

Eu que sou apaixonada pela Itália, apesar de não conhecer a cidade citada no livro, consegue visualizar completamente as paisagens descritas.

Com um cenário lindo, personagens que brigam bastante, e que são os meus favoritos, foi bem difícil não terminar o livro suspirando.

E Cesca é uma personagem incrível. Viva, divertida, doidinha e com uma personalidade forte, foi bem difícil não me apegar a ela.

Já o Sam… aí o Sam.

Pensa em um mocinho que é um sonho de consumo? Pois bem, ele é assim.

Até porque quem nunca sonhou, conhecer um ator de Hollywood e ele se apaixonar por você? Eu certamente que sim.

Enfim, o livro é leve, um chick lit apaixonante, moderno, delicioso e divertido, além é claro de te fazer suspirar do início ao fim.

Amei e recomendo demais.

Obs: tem a resenha do segundo livro já disponível aqui 😉.

Lançamento: Um mar de segredos

Lançamento: Um mar de segredos

Sinopse:

E se a vida dos seus sonhos se tornasse seu maior pesadelo?

Erin é uma documentarista, e está numa fase ótima no trabalho. Mark é um investidor com um futuro brilhante pela frente. Eles são o casal ideal, e tudo em sua vida parece perfeito. Mas será mesmo?

Certa manhã, durante a lua de mel deles na ilha tropical de Bora Bora, os dois saem para mergulhar e acabam encontrando uma bolsa batendo no casco da lancha. Não há vestígio de outra lancha por perto nem de nenhuma embarcação. Então eles levam a bolsa para o hotel e, tomada pela curiosidade, Erin pega uma tesoura e começa a cortá-la. O que encontra lá dentro, porém, não é nada do que imaginava. Seria essa bolsa a maior sorte da vida deles? Ou seu maior pesadelo?

Agora, os recém-casados precisam fazer uma escolha difícil: dizer a verdade ou proteger seu segredo. E a decisão que tomarem naquele momento pode mudar a vida deles para sempre…

Resenha: As sete mortes de Evelyn Hardcastle Stuart Turton

Resenha: As sete mortes de Evelyn Hardcastle Stuart Turton

Resenha 🌷

#resenhameuromeo

480 páginas || Stuart Turton || @taglivros


Sinopse: Dia após dia, um homem acorda em meio aos preparativos de uma festa em honra a Evelyn Hardcastle na Mansão Blackheath. Dia após dia, em um corpo distinto, Cada hospedeiro é uma nova chance de descobrir o culpado pela morte da estrela da festa, que se desvela durante o luxuoso baile de máscaras. Além da confusão da viagem do tempo, os segredos transbordam, e nenhum movimento é simples, pois as regras do jogo não estão claras – e reviravoltas acontecem a todo momento.


Olá leitores, hoje trago a resenha do livro AS SETE MORTES DE EVELYN HARDCASTLE que eu recebi na caixinha da tag inéditos do mês de novembro.

Dezenove anos atrás o filho mais novo do casal de Hardcastle, Thomás foi assinado na beira do lago onde a massão se situa.

Agora passados dezenove anos, a primogênita retorna da França, onde durante uma festa da família é assassinada exatamente no mesmo dia que seu irmão foi quando criança.

E então após este acontecimento, um homem totalmente desconhecido acorda todos os dias no corpo de um dos convidados tentando descobrir quem foi que assassinou Evelyn e qual a sua real motivação.

⠀⠀⠀⠀

🌷Enquanto eu estava lendo, eu só ficava pensando naquela famosa frase: “só sei que nada sei”, porque é exatamente isso que acontece durante praticamente toda a leitura.

Como a história tem muitas voltas temporais e passei praticamente todo o tempo confusa e tentando encaixar as peças desse quebra cabeça que parecia não ter um fim, ou que faltava alguma coisa durante a narrativa que eu tinha perdido e que não se encaixava.

O final deu para desvendar tudo e finalmente eu consegui entender toda a trama e o porque das voltas temporais.

A minha única critica quando a história é o fato de que achei o livro muito longo e que por causa disso em alguns momentos se tornava cansativo, apesar de instigar o leitor a querer descobrir o desfecho e as motivações para o crime.

O ponto que eu mais gostei é que as mudanças temporais e as vivências do personagem “hospedeiro” é que achei tudo muito Black Mirror e pra mim que sou grande fé da série, foi algo que eu gostei e consegui até visualizar o livro como sendo um episódio da série.

Fora isso, vi muitos comentários comparando a história com Ágatha Christie e Sherlock Holmes, mas como não sou grande conhecedora da obra deles, não sei se compararia, mas mesmo assim foi uma leitora instigante e surpreendente demais até a última página.

Recomendo para pessoas que gostam de uma história investigativa, com viagens no tempo e que gostem de ser surpreendidos até a última página.

Lançamento: Verity / Colleen Hoover

Lançamento: Verity / Colleen Hoover

Sinopse:

O amor é capaz de superar a pior das verdades? Verity Crawford é a autora best-seller por trás de uma série de sucesso. Ela está no auge de sua carreira, aclamada pela crítica e pelo público, no entanto, um súbito e terrível acidente acaba interrompendo suas atividades, deixando-a sem condições de concluir a história. e é nessa complexa circunstância que surge Lowen Ashleigh, uma escritora à beira da falência convidada a escrever, sob um pseudônimo, os três livros restantes da já consolidada série. Para que consiga entender melhor o processo criativo de Verity com relação aos livros publicados e, ainda, tentar descobrir seus possíveis planos para os próximos, Lowen decide passar alguns s na casa dos Crawford, imersa no caótico escritório de Verity – e, lá, encontra uma espécie de autobiografia onde a escritora narra os fatos acontecidos deSDe o em que conhece Jeremy, seu marido, até os instantes imetamente anteriores a seu acidente – incluindo sua perspectiva sobre as tragés ocorridas às filhas do casal. Quanto mais o tempo passa, mais Lowen se percebe envolvida em uma confusa rede de mentiras e segredos, e, lentamente, adquire sua própria posição no jogo psicológico que rodeia aquela casa. Emocional e fisicamente atraída por Jeremy, ela precisa decidir: expor uma versão que nem ele conhece sobre a própria esposa ou manter o sigilo dos escritos de Verity? Edição exclusiva que acompanha os marcadores de páginas Verity, o lado feio do amor, Confesse, Novembro, 9, É assim que acaba, Tarde demais, As mil partes do meu coração e Todas as suas (im)perfeições.